• FELIZ DIA DOS PAIS

    “Ele é forte, é protetor, é o provedor, é amado pela criança, é incompreendido pelo adolescente, é careta para o jovem, é nosso amigo quando nos tornamos adultos, é o socorro quando nos tornamos pais. O nosso pai é aquele que nos ensinou tudo, o nosso maior exemplo”.
    Feliz Dia dos Pais! são os votos de toda a equipe do Jornal do Vôlei.

  • Campeão olímpico William é o levantador do Minas Tênis para a temporada 2020/21

    Divulgação MTC

    Redação

    O experiente levantador William Arjona é o primeiro reforço, do Minas Tênis Clube para a temporada 2020/2021. Além da medalha de ouro nos Jogos Rio 2016, William possui três títulos de campeão do Mundial de Clubes, seis títulos da Superliga Brasileira, campeão do Sul-Americano e quatro vezes campeão da Superliga Argentina. Nas conquistas individuais, foi eleito nove vezes consecutiva o melhor levantador da Superliga, três vezes o melhor levantador do Mundial de Clubes e MVP (Most Valuable Player) do Mundial e das Superligas Brasileira e Argentina.

  • Equipe masculina do Sesi/SP monta elenco com pratas da casa para temporada 2020/2021

    Créditos: Divulgação Sesi/SP

    Redação

    A equipe do Sesi/SP, grande incentivadora e formadora de grandes jovens talentos, chega para temporada 2020/2021 do vôlei masculino com uma formação 100% oriunda das categorias de base.

    Após mesclar sua equipe com atletas renomados e jovens pratas da casa no último ano, aposta agora unicamente em um novo projeto, que visa aproveitar cada vez mais suas jovens promessas.

    Para comandar as pratas da casa, Marcelo Negrão, o caçula da Geração de Ouro nos Jogos Olímpicos de Barcelona, em 1992, que já vinha trabalhando com a categoria sub-19 do SesiSP, assume o grupo principal da Vila Leopoldina. E assim como parte do seu grupo, o treinador vem para sua estreia sob o comando de uma equipe que atuará em disputas na categoria adulta.

    Com cerca de 19 anos dedicados ao vôlei brasileiro, o ex jogador e atual técnico da equipe do Sesi/SP se diz motivado em mostrar todo o trabalho de formação desenvolvido pela instituição, além de dar bagagem para seus comandados.

    O líbero, Murilo Endres, pilar do projeto do grupo da Vila Leopoldina desde a sua fundação em 2009, permanece integrando o time e terá não só a missão de jogar, como de repassar todo seu conhecimento para os mais jovens. O jogador, irá para a sua 11ª temporada pela equipe paulista.

    No elenco, o Sesi/SP reúne nomes com passagens pelas seleções brasileira sub-19 e sub-21, como os ponteiros Alan Maciel, com passagens pelo time adulto e emprestado para o Itapetininga na última temporada, e Nathan Mota, bronze no Mundial sub-21 em 2019. O levantador Ryan Azevedo, campeão paulista sub-19 e o oposto Darlan Souza, eleito melhor oposto no Sul-americano sub-19 também compõem a equipe. Entre os centrais, Leonardo Andrade, eleito melhor central do Sul-americano sub-19 e Vinicius Elias, aposta do técnico Marcelo Negrão e campeão paulista sub-19 e sub-21, que estava emprestado para equipe de Juiz de Fora na Superliga B.

    Completam a equipe, o levantador Caio Nobre, terceiro levantador na última edição da Superliga e campeão da Taça Paraná 2019 e os ponteiros Eric Endres, que integrou a equipe adulta em vários jogos na última temporada e Marcus Vinicius, campeão paulista sub-19. Marcos Paulo, central, retorna após empréstimo para o Itapetininga e Matheus Procópio retorna do São Bernardo para compor a posição de líbero com Murilo.

  • Bom filho à casa torna. Formado na base do Sada Cruzeiro, Alan está de volta em 2020/2021

    Alan na conquista do mundial de clubes – 2015
    Créditos: Divulgação Sada Cruzeiro

    Redação

    O ataque do Sada Cruzeiro ganha mais um reforço de peso em 2020/21. O oposto Alan, que foi formado nas categorias de base da Raposa, está de volta ao clube. Ele esteve no Sesi/SP nas últimas três temporadas e retorna para vestir a camisa que defendeu durante cinco anos. Na última semana, o clube mineiro também confirmou a contratação do ponteiro cubano López.

    O oposto chegou ao time infanto da Raposa em 2012, aos 17 anos de idade. Acumulou diversos títulos pelas equipes de base e já passou a integrar o time principal dois anos mais tarde. Entre dois troféus do Mundial de Clubes, três de Superliga e dois Sul-Americano, estão 19 títulos com o Sada Cruzeiro, 13 deles pelo time profissional. O último, a Superliga 2016/17, marcou a despedida do jovem oposto, que retorna a Minas Gerais aos 26 anos de idade.

  • Sada Cruzeiro anuncia o primeiro reforço para 2020/21

    Foto: FIVB

    Redação

    Miguel Lopez é o novo ponteiro do Sada Cruzeiro. Nesta quinta-feira, 28/05, o clube mineiro anunciou o primeiro nome do seu elenco para a temporada 2020/21. Aos 23 anos de idade, o ponteiro cubano, que é um dos nomes mais promissores da sua geração, chega ao time mineiro.

    Atuando na Argentina pelas últimas três temporadas, López estava no UPCN e se tornou conhecido pela torcida brasileira durante a disputa do Sul-Americano 2020, em Contagem. Ele foi um dos grandes destaques do torneio conquistado pelos cruzeirenses e, após terminar com o vice-campeonato, fez parte da seleção com os melhores da competição.

    Miguel Ángel López Castro

    Nascimento: 25/03/97 em Cienfuegos, Cuba

    Altura: 1,90 cm

    Clubes que defendeu: UPCN (Argentina – 2019/20) e Gigantes del Sur (Argentina – 2017/18 e 2018/2019). Com o UPCN, foi campeão da Copa Argentina em 2019 e vice-campeão Sul-Americano em 2020, quando foi escolhido como um dos melhores ponteiros.

    Seleção Cubana: Miguel López é um dos mais promissores atletas da seleção. Ele está nas categorias de base desde 2015, sendo vice-campeão Mundial sub-21 e bronze do sub-23 em 2017. Defendeu Cuba nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro em 2016. Foi campeão da Copa Pan-Americana e da Copa NORCECA em 2019, além de vice-campeão dos Jogos Pan-Americanos no mesmo ano.

  • Técnico Renan Dal Zotto será exclusivo da seleção visando Tóquio

    Créditos: Divulgação Taubaté

    Redação

    O técnico da seleção brasileira masculina de voleibol, Renan, será exclusivo da equipe nacional na temporada 2020/2021. O anúncio foi feito nesta sexta-feira (22/05), quando o mesmo divulgou que deixa a função de técnico do EMS Taubaté Funvic (SP) e terá atenção totalmente voltada ao projeto olímpico.

    A decisão foi tomada em função do cenário atípico provocado pela pandemia da COVID-19, com o adiamento dos Jogos e a Liga das Nações deste ano cancelada. Com isso, o treinador poderá acompanhar o dia a dia dos atletas, analisar possíveis convocados e realizar encontros com membros da comissão técnica da seleção masculina ao longo da temporada de clubes.

    Renan comandou a equipe do interior paulista por uma temporada e meia, liderando a conquista do título da Superliga Banco do Brasil 2018/2019 e da Supercopa 2019. Na seleção desde 2017, Renan conquistou, só em 2019, o título da Copa do Mundo depois de 11 vitórias em 11 jogos, além do Campeonato Sul-Americano e do Pré-Olímpico, garantindo vaga em Tóquio, além de ter sido eleito pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) o melhor treinador de esportes coletivos do ano.

  • Country Club Valinhos encerra parceria com André Rosendo

    Créditos: Divulgação

    Redação

    Carregando nas costas por vários anos, André Rosendo, treinador e gestor, simplesmente teve a sua parceria extinta pela direção do Valinhos.

    Veja a nota emitida pelo clube nesta quarta-feira, 20/05:

    “A Diretoria, fiel em suas convicções, que não atrela ou leva em consideração assuntos de cunho pessoal, entendeu ser importante o fim do ciclo com o Treinador e Gestor Sr. André de Assis Rosendo e deliberou por cancelar a parceria existente. Não contestamos a relevância e importância de todos os projetos e atividades no Voleibol, que contaram com sua parceria por todos esses anos. Em breve, divulgaremos os nomes da Comissão Técnica que seguirá com o Voleibol Adulto”.

    João Torniziello Rodrigues – Diretor de Modalidades

  • Renan Bonora renova por mais uma temporada com o EMS Taubaté Funvic

    Foto: Divulgação Taubaté

    Redação

    O EMS Taubaté Funvic dando prosseguimento na montagem do seu elenco para a próxima temporada, renovou contrato com o ponteiro Renan Bonora.

    Bonora, de 22 anos, vai para sua segunda temporada defendendo a camisa da equipe do EMS Taubaté Funvic. 

    O ponteiro, chegou ao clube no início da temporada 2019/2020, como uma das apostas do então técnico Renan Dal Zotto (agora, Diretor Técnico da equipe). Seu último clube havia sido o Vôlei Renata, de Campinas.

    O atleta se adaptou bem ao ambiente taubateano, e logo demonstrou que ajudaria muito a equipe. No Campeonato Paulista, quando parte do elenco estava com a Seleção Brasileira, Renan foi peça importantíssima na campanha resultou no hexacampeonato para o EMS Taubaté Funvic, na Superliga e na conquista da Supercopa.

  • Maurício Borges é novo reforço do EMS Taubaté Funvic para temporada 2020/21

    Créditos: Divulgação Sesc RJ

    Redação

    O EMS Taubaté Funvic vai contar com mais um reforço Olímpico para a próxima temporada 2020/2021. Trata-se do ponteiro Maurício Borges, de 31 anos.

    Dono de um currículo de muitos títulos pelos clubes por onde passou e pela Seleção Brasileira, o atleta é mais uma novidade da equipe taubateana que a partir da próxima temporada será dirigida pelo técnico argentino Javier Weber.

    Até a última edição da Superliga masculina, encerrada no último mês de abril, Maurício Borges defendeu o Sesc RJ.

    Em Taubaté, Maurício Borges tem tudo para se sentir em casa, já que reencontrará diversos companheiros de Seleção Brasileira, como os centrais Lucão e Maurício Souza, o ponteiro Douglas Souza e o levantador Bruno Rezende. 

    Com a palavra:

    Maurício Borges, ponta do EMS Funvic Taubaté:  “Com certeza fica mais fácil se adaptar a um novo time com tantos amigos e jogadores que eu já conheço da Seleção. Esse fator é muito positivo para todos nós, então temos que tirar proveito disso e chegar ao nosso melhor a cada dia de treino e em cada jogo.”, disse o ponteiro.

  • Bicampeão olímpico, Serginho anuncia aposentadoria aos 44 anos

    Créditos: Reprodução / Facebook Oficial Serginho Escadinha

    Redação

    Maio de 2020. Ao redor do mundo vivemos um momento de tristeza e apreensão por conta da pandemia ocasionada pelo coronavírus. No Brasil, para os fãs e admiradores do voleibol, o líbero Serginho, de 44 anos, anunciou sua aposentadoria do vôlei depois de uma carreira repleta de grandes conquistas.

    Dois ouros (2004 e 2016) e duas pratas (2008 e 2012) olímpicas, dois títulos mundiais (2002 e 2006) e outros inúmeros troféus pela seleção brasileira marcaram a trajetória do jogador, que nasceu em Diamante do Norte, estado do Paraná e se radicou em Pirituba, zona norte da capital paulista ainda jovem.

    O jogador defendeu em 2020, o Vôlei Ribeirão até a paralisação da Superliga masculina pela pandemia do coronavírus. Em reportagem do Esporte Espetacular, que foi exibida neste domingo, (17/05), o jogador comentou a decisão de se afastar das quadras.

    Com a palavra:

    Serginho, em entrevista ao Esporte Espetacular:  Hoje, poder parar, para mim é a melhor coisa do mundo. Poder encerrar a carreira e dizer que tudo valeu a pena. Cada manchete, cada peixinho, cada viagem, cada título ganho, cada título perdido. Meu choro hoje é de felicidade. As pessoas que quiserem lembrar de mim, joguem voleibol. Só isso”, disse o atleta.