• Vôlei de praia: Duplas brasileiras disputam primeira etapa cinco estrelas de 2019

    Créditos: Beach Majors/Mihai Stetcu

    Redação

    As duplas brasileiras já têm o próximo desafio no Circuito Mundial de vôlei de praia 2019. Após a disputa do Campeonato Mundial, em Hamburgo (Alemanha), na última semana, agora os times se preparam para a primeira etapa cinco estrelas da temporada, em Gstaad (Suíça). Um dos torneios mais tradicionais do calendário, o evento ocorre de terça-feira (09.07) a domingo (14.07), com a bela vista dos alpes e pontuação importante para a corrida olímpica.

    O Brasil será representado por nove duplas em Gstaad. No naipe feminino, Ágatha/Duda (PR/SE), Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE) e Fernanda Berti/Bárbara Seixas, mais bem colocadas no ranking de entradas, partem da fase de grupos, a partir de quarta-feira (10.07). Já Carol Solberg/Maria Elisa (RJ) e Talita/Taiana (AL/CE) disputam o classificatório (qualification) e terão que vencer rodadas eliminatórias para conquistar as vagas.

    No naipe masculino, Alison/Álvaro Filho (ES/PB), André Stein/George (ES/PB) e Evandro/Bruno Schmidt (RJ/DF) partem da fase de grupos, a partir de quarta-feira, enquanto Guto e Saymon (RJ/MS), que nesta segunda-feira venceram Pedro Solberg/Vitor Felipe (RJ/PB) por 2 sets a 1 (21/14, 16/21, 23/21), pelo country-quota, disputam o classificatório nesta terça-feira em busca de uma vaga na fase de grupos.

  • Seleção brasileira feminina sub20: Brasil perde para Argentina em amistoso

    Créditos: Renan Rodrigues/CBV

    Redação

    A seleção brasileira feminina sub-20 acabou superada pela Argentina na noite deste domingo (07/07), por 3 sets a 2 (21/25, 25/21, 25/17, 16/25 e 12/15), em amistoso realizado na cidade de Santa Rita do Sapucaí (MG), no ginásio do Inatel (Instituto Nacional de Telecomunicações).

    O grupo finaliza a disputa nesta segunda-feira (08/07), contra a equipe da China, às 20h (de Brasília) pela última partida do Desafio Internacional.

    A partida contou com uma troca de domínio das duas seleções, com o Brasil dominando o segundo e terceiro sets, mas tendo dificuldades no passe no quarto e quinto. 

    Com a palavra:

    Hairton Cabral, técnico do Brasil:   “Pecamos um pouco na concentração, não entramos com a determinação necessária para vencer o jogo. Evoluímos nos segundo e terceiro sets, mas, a partir do quarto set, as meninas acharam que a Argentina não iria mais correr. Elas não tinham o que perder e cresceram no confronto. Faltou voltar para o jogo, não tivemos uma reação contínua para poder finalizar a partida, para um jogo desse, temos que estar 100% ligados”, disse Hairton. 

    A estreia brasileira no Campeonato Mundial Sub-20 acontece no dia 12 de julho, contra a República Dominicana. O país também enfrenta na primeira fase as seleções do Japão e Ruanda. O Brasil é o maior campeão da categoria, com 13 medalhas, sendo seis de ouro.

  • Campeonato Brasileiro Interclubes sub16 masculino: Minas fica com o título

    Créditos: Divulgação MTC

    Redação

    O Minas Tênis Clube conquistou o título de campeão invicto do Campeonato Brasileiro Interclubes (CBI) Sub-16. O time mineiro chegou ao topo do pódio depois de vencer o Flamengo (RJ), por 3 sets a 1 (25/18, 25/12, 25/27 e 26/24), na grande final, realizada nesse domingo (07/07), no ginásio da AABB, no Rio de Janeiro. O Fluminense venceu o Tijuca Tênis Clube (3 sets a 0) e ficou em terceiro lugar. No campeonato, o Minas conquistou cinco vitórias em cinco partidas, e teve apenas um set perdido. Este foi o primeiro título do Sub-16 no Brasileiro Interclubes.

    Representaram o Clube na competição os atletas Lucas Leal, Gabriel Marta, André Silva, Otávio Chaves, Lucas Magalhães, Pedro Meijon (capitão), Venicio Pereira, Arthur Bento, Fabrício Cristian e João Victor Moreira. Os técnicos Rodrigo Regattieri e Marcelo Melado acompanharam a equipe.

    Classificação Final
    1° – Minas Tênis Clube (MG)
    2° – Flamengo (RJ)
    3° – Fluminense (RJ)
    4° – Tijuca Tênis Clube (RJ)
    5° – Círculo Militar do Paraná (PR)
    6° – Santa Mônica Clube de Campo (PR)
    7° – Grêmio Náutico União (RS)
    8° – Sogipa (RS)
    9° – Aest (ES)
    10° – Nosso Clube (PE)
    11° – Olympico Club (MG)

  • Liga das Nações feminina 2019: Brasil fica com o vice

    Créditos: Divulgação/CBV

    Redação

    A seleção brasileira feminina de vôlei ficou com a medalha de prata na Liga das Nações. Neste domingo (07/07), o Brasil foi superado pelos Estados Unidos por 3 sets a 2 (20/25, 22/25, 25/15, 25/21 e 15/13) na final da competição, em Nanquim. A China terminou em terceiro lugar ao vencer a Turquia na disputa pelo bronze por 3 sets a 1 (25/23, 25/15, 20/25 e 25/21).

    A ponteira Gabi e a oposta Lorenne se destacaram e foram as maiores pontuadoras entre as brasileiras, com 20 pontos cada. A central Mara também teve uma boa pontuação, com 15 acertos. Pelo lado dos Estados Unidos destaque para a oposta Drews, maior pontuadora do confronto, com 33 pontos.

    A ponteira Natália deixou a partida ainda no segundo set com dores na panturrilha esquerda. A atacante realizará exames no Brasil na próxima semana para conhecer a gravidade da lesão.

    Com a palavra:

    José Roberto Guimarães, técnico do Brasil:   “Foi importante chegarmos nessa final. A nossa trajetória na Liga das Nações foi positiva. Nós passamos por muitas dificuldades e conseguimos a classificação para final. Preciso enaltecer as jogadoras pela luta, garra e dedicação. Tenho muito orgulho desse grupo. Elas se comportaram muito bem e lutaram durante todo o campeonato. Foi uma pena termos perdido a Natália no final do segundo set. Ela estava bem e voltando a sua melhor forma. Os Estados Unidos foram melhores nos últimos sets e mereceram a vitória”, disse José Roberto Guimarães.

  • Superliga B feminina 2019: Começaram as quartas de final da competição

    Créditos: Divulgação/Flamengo

    Redação

    Vôlei Valinhos (SP), Flamengo (RJ), Maringá/Amavôlei (PR) e ADC Bradesco (SP) estão a uma vitória das semifinais da Superliga B feminina. Neste sábado (16/03), as quatro equipes largaram na frente no playoff melhor de três das quartas de final da competição.

    O Vôlei Valinhos (SP) superou o Marcelino Champagnat/FEL/Londrina (PR) por 3 sets a 0 (27/25, 25/17 e 25/18), no ginásio Darcy Cortez, em Londrina (PR).

    O Flamengo levou a melhor em um equilibrado confronto contra o Feac/AFV Franca (SP) por 3 sets a 2 (27/25, 24/26, 22/25, 25/14 e 15/12), no ginásio Champagnat, em Franca (SP). 

    O Maringá/Amavôlei (PR) foi até Marau (RS) e superou o Cefa (RS) por 3 sets a 1 (18/25, 25/18, 25/23 e 25/19), no ginásio Jatyr Francisco Foresti. Já o ADC Bradesco (SP) passou pelo São José dos Pinhais (PR) por 3 sets a 1 (23/25, 25/20, 25/17 e 25/22), no Bradesco Esportes, em Osasco (SP).

    A segunda rodada das quartas de final será realizada na próxima quinta-feira (21/03).

  • Superliga B masculina 2019: Começaram as quartas de final da competição

    Créditos: Divulgação Botafogo

    Redação

    O sábado (16/03) foi de muita emoção na Superliga B masculina. Botafogo (RJ), Apan Blumenau (SC), Anápolis Vôlei (GO) e Lavras Vôlei (MG) começaram com vitória.

    O Botafogo (RJ) superou o Apav Vôlei (RS) fora de casa por 3 sets a 0 (25/18, 25/18 e 25/10), no Poliesportivo La Salle, em Canoas (RS). 

    O Apan Blumenau (SC) conseguiu uma vitória de virada sobre o Upis (DF) por 3 sets a 2 (21/25, 20/25, 25/22, 25/22 e 15/6), no ginásio da AABB, em Brasília (DF).

    O Anápolis Vôlei (GO) foi até São José dos Campos (SP) e superou o São José Vôlei (SP) por 3 sets a 1 (20/25, 25/22, 25/18 e 25/19), no ginásio do Sesi, enquanto no duelo mineiro, o Lavras Vôlei (MG) passou pelo JF Vôlei (MG) por 3 sets a 1(25/19, 25/21, 14/25 e 25/22).

    A segunda rodada do playoff das quartas de final será disputada na próxima quinta-feira (21/03).

  • Superliga Cimed masculina 2018/2019: CBV divulga tabela das quartas de final

    Créditos: Divulgação/Sesi-SP

    Redação

    A Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) divulgou neste sábado (16/03), logo após o fim da fase classificatória, a tabela das quartas de final da Superliga Cimed masculina de vôlei 2018/2019. A primeira rodada será disputada no próximo sábado (23/03), com três partidas, e no domingo (24/03), com o último jogo.

    A segunda rodada da próxima fase será nos dias 27 e 28 deste mês, enquanto a terceira rodada, se necessário, será disputada nos dias 29 e 30.

    Os confrontos serão entre o primeiro colocado, Sesi-SP, contra o oitavo, Vôlei UM Itapetininga (SP); segundo, Sada Cruzeiro (MG), contra o sétimo, Copel Telecom Maringá Vôlei (PR), o terceiro, EMS Taubaté Funvic (SP) enfrentará o Vôlei Renata (SP), que terminou a fase classificatória em sexto, e entre Sesc RJ, quarto, contra o Fiat/Minas (MG), que ficou em quinto.

  • Sul-Americano de vôlei de praia: Ana Patrícia/Rebecca leva o ouro, e Adrielson/Renato fica com bronze

    Créditos: Divulgação/Odesur

    Redação

    As duplas brasileiras do vôlei de praia conquistaram na tarde deste sábado (16/03) medalhas de ouro, com Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE), e bronze, com Adrielson/Renato (PR/PB) pela quarta edição dos Jogos Sul-Americanos de Praia. O triunfo ajuda o país a subir no quadro de medalhas do torneio realizado em Rosário (Argentina). 

    A campanha de Ana Patrícia e Rebecca foi perfeita, com seis vitórias em seis jogos e nenhum set perdido. Na decisão, calaram a arena ao superar as argentinas Ana Gallay e Pereyra por 2 sets a 0 (21/18 e 21/19). Horas antes, pela semifinal, haviam vencido as também argentinas Zonta e Churín por 2 a 0 (21/14 e 21/9).

    Rebecca conquista pela segunda vez a medalha de ouro, já que havia sido campeã também em 2011, quando atuou ao lado da alagoana Neide.

    No naipe masculino, os jovens Adrielson, de 21 anos, e Renato, de 19 anos, superaram os chilenos Lammel e Zavala por 2 sets a 0 (21/14 e 21/19) para assegurar a medalha de bronze. Antes, pelas semifinais, eles estiveram muito perto de superar os experientes argentinos Azaad e Capogrosso, mas acabaram perdendo por 2 sets a 1 (17/21, 23/21 e 15/7). 

    Os jovens, que são Campeões Mundiais Sub-21 de 2017, ganharam ‘rodagem’ internacional e por pouco não conseguiram subir ainda mais no pódio.

    Além do ouro com Neide/Rebecca (AL/CE) na edição de 2011, no Equador, o Brasil também foi campeão no naipe masculino, com Moisés e Vitor Felipe (BA/PB). Em 2009, o país levou o ouro com Lili/Elize Maia (ES), e prata com Álvaro/Vitor Felipe (PB). Em 2014, na Venezuela, o Brasil não participou com times no vôlei de praia.

  • CBS Sub 19 masculino divisão especial: São Paulo vence e fica com o título

    Créditos: Divulgação/CBV

    Redação

    O título de campeão do Campeonato Brasileiro de Seleções (CBS) Sub-19 masculino da Divisão Especial ficou com São Paulo. A competição, que teve início na última terça-feira (12/03), no Centro de Desenvolvimento de Voleibol (CDV), em Saquarema (RJ), tinha, até a rodada de sexta (15/03), o Paraná na liderança, sendo o único invicto, mas, neste sábado (16/03), a equipe que representa São Paulo venceu e assegurou o título.

    O primeiro jogo deu a Santa Catarina a vitória sobre o Rio Grande do Norte por 3 sets a 1, com parciais de (25/15, 17/25, 25/12 e 25/18). Na sequência da competição, Distrito Federal levou a melhor sobre Paraíba também por 3 a 1,  (25/18, 20/25, 25/22 e 25/13).

    Na derrota do Paraná para o Rio de Janeiro por 3 sets a 0, São Paulo se beneficiou e, após vencer Minas Gerais, também por 3 a 0, se sagrou campeão. A seleção carioca venceu a paranaense com parciais de (25/21, 25/23 e 25/16), enquanto São Paulo bateu os mineiros por (26/24, 25/18 e 25/13).

    Para chegar ao título, a seleção paulista teve uma campanha de seis vitórias e uma derrota. Na primeira rodada, a equipe venceu Santa Catarina, na segunda, bateu Rio Grande do Norte, depois levou a melhor sobre o Rio de Janeiro, venceu Distrito Federal, levou a melhor sobre a Paraíba, perdeu justamente para o Paraná, em uma partida equilibrada, decidida apenas no tie break, e, na rodada final, derrotou Minas Gerais.

    CLASSIFICAÇÃO FINAL

    1º – São Paulo

    2º – Paraná

    3º – Minas Gerais

    4º – Rio de Janeiro

    5º – Santa Catarina

    6º – Rio Grande do Norte

    7º – Distrito Federal

    8º – Paraíba

  • CBS Sub 19 masculino: Ceará é campeão

    Créditos: Divulgação/CBV

    Redação

    Ceará é o grande campeão do Campeonato Brasileiro de Seleções (CBS) sub-19 masculino da Primeira Divisão. A competição, que foi finalizada neste sábado (16/03), teve início na última terça-feira (12/03), e todos os jogos foram realizados no Centro de Desenvolvimento de Voleibol (CDV), em Saquarema (RJ). A seleção cearense terminou com a campanha de cinco vitórias e uma derrota, somando 15 pontos.

    Na manhã deste sábado, a equipe representante do Amazonas levou a melhor sobre a Bahia por 3 sets a 1, de virada, com parciais de (21/25, 25/18, 25/23 e 25/17). Pernambuco também conseguiu um resultado positivo ao vencer Mato Grosso do Sul por 3 sets a 0 (25/18, 25/20 e 26/24). E, sacramentando a conquista do título, Ceará superou Goiás por 3 a 1,  (25/20, 22/25, 25/12 e 25/20).

    Para chegar ao título, o Ceará venceu Pernambuco na primeira rodada, Mato Grosso do Sul na segunda, Mato Grosso na quarta, Bahia na quinta, foi superado por Amazonas na sexta rodada, e finalizou a campanha neste sábado ao derrotar Goiás.

    A classificação final do CBS sub-19 masculino da Primeira Divisão ficou com Ceará na primeira posição, com 15 pontos, Pernambuco em segundo, com 12, Mato Grosso foi o terceiro ao somar 11 pontos, Amazonas em quarto (10), Mato Grosso do Sul (oito), Bahia (cinco), e a seleção de Goiás terminou na sétima colocação, com dois pontos.