• Superliga Banco do Brasil feminina 2019/2020: Flamengo perde para o Valinhos

    Créditos: Marcelo Cortes/Flamengo

    Redação

    O Valinhos Vôlei foi até o Rio de Janeiro (RJ) e venceu o Flamengo por 3 sets a 1, com parciais de (22/25, 25/22, 25/20 e 25/22), no ginásio Hélio Maurício. A atacante Maiara Basso brilhou, marcou 20 pontos e ficou com o Troféu VivaVôlei.

    Com o resultado, a equipe do Valinhos alcançou sete pontos na Superliga e deixou a lanterna da competição. A última colocação agora é do São Caetano, que tem seis pontos.

    A vitória ainda aproximou o Valinhos de uma saída da zona de rebaixamento, o primeiro fora é o Flamengo com oito pontos.

  • Superliga Banco do Brasil feminina 2019/2020: Saque faz a diferença e Osasco vence em casa

    Roberta marcou 4 aces
    (João Neto/Fotojump)

    Redação

    O Osasco Audax/São Cristóvão Saúde derrotou o Curitiba Vôlei nesta terça-feira (28/01), no ginásio José Liberatti, em Osasco (SP) e conquistou a quinta vitória consecutiva na Superliga Banco do Brasil. Em noite que o saque fez a diferença, com sete aces, a equipe comandada pelo técnico Luizomar impôs seu maior volume de jogo, com parciais de (25/20, 25/21 e 25/18). Agora, a equipe osasquense só volta à quadra no dia 4 de fevereiro, quando recebe o Fluminense, pela quarta rodada do segundo turno do campeonato.

    A ponteira Ellen se destacou e ficou com o Troféu VivaVôlei. Apesar da derrota, o time paranaense teve a maior pontuadora do confronto, a ponteira Sabrina, com 16 pontos.

    Com a palavra:

    Ellen, ponta do Osasco Audax/São Cristóvão Saúde:   “Nosso time tem sacado muito bem dentro e fora de casa e isso tem nos ajudado muito. O interessante é que os outros times também tentam pressionar nosso passe e nós pressionamos de volta com mais intensidade. Também quero dizer que estou muito feliz por ter sido escolhida para receber o troféu.Tenho tentado melhorar meus golpes no ataque e o Luiz tem me cobrado bastante. Fico feliz por corresponder e conseguir executar nossa proposta de jogo”, concluiu a jogadora.

    Luizomar de Moura, técnico do Osasco Audax/São Cristóvão Saúde:   “Sabíamos que a linha de passe de Curitiba é instável e precisávamos aproveitar. E conseguimos. Foram sete pontos no saque e até o início do terceiro set não havíamos errado nenhum. A proposta de trabalho foi cumprida e conquistamos a vitória e três pontos importantes. Seguimos na luta, em busca de crescimento”, afirmou o treinador.

  • Superliga Banco do Brasil feminina 2019/2020: Em casa, Itambé/Minas passa pelo São Cristóvão Saúde/São Caetano

    Carol Gattaz foi a melhor jogadora em quadra e levou o Troféu VivaVôlei
    (Créditos: Orlando Bento/MTC)

    Redação

    A equipe Itambé/Minas fez o seu dever de casa e garantiu mais três pontos na tabela de classificação da Superliga Banco do Brasil 2019/20. Na noite dessa terça-feira, (28/01), na Arena Minas Tênis Clube, o time do técnico Nicola Negro encontrou o São Cristóvão Saúde/São Caetano e, em sets diretos, bateu a equipe do ABC Paulista, que dificultou o jogo mineiro nos dois primeiros sets e se entregou terceiro. As parciais do duelo, válido pela terceira rodada do segundo turno da competição nacional, foram: 25/21, 25/22 e 25/16.

    A capitã Carol Gattaz foi escolhida a melhor jogadora em quadra e levou o Troféu VivaVôlei. A central Thaisa e a oposta Bruna Honório foram as maiores pontuadoras da partida, com 16 e 15 pontos, respectivamente.

    Com o triunfo, o time mineiro que jogou sem Macris e Kasiely, chegou aos 36 pontos na tabela de classificação e segue na cola do líder Sesc RJ e do vice-líder, Dentil/Praia Clube, ambos com 38 pontos.

    Com a palavra:

    Carol Gattaz, central do Itambé/Minas:   “Hoje, tivemos algumas baixas no time, mas a Bruninha e a Lana entraram superbem. Dominamos o jogo o tempo inteiro, apesar de algumas dificuldades. O que eu acho é que, às vezes, a gente tem um pouco mais de dificuldades e quando a gente acha um caminho, como foi no terceiro set, a gente consegue fazer o nosso melhor jogo. Acredito que poderíamos ter vencido com mais facilidade, mas valeu pelos três pontos”, avaliou a central.

  • Superliga Banco do Brasil feminina 2019/2020: Com a vitória, Sesi Vôlei Bauru se mantém entre os cincos primeiros

    Créditos: Priscila Nóbrega

    Redação

    O Sesi Vôlei Bauru jogou em casa e manteve a boa fase na competição. O time de Bauru, superou o Fluminense por 3 sets a 0, com parciais de (25/20, 27/25 e 30/28), no ginásio Panela de Pressão, em Bauru (SP). A oposta Polina Rahimova, do Sesi Vôlei Bauru, foi a maior pontuadora do confronto, com 14 pontos e a central Valquíria levou o Troféu VivaVôlei para casa. Com o resultado, a equipe se mantém na quinta posição, com 28 pontos.

    O próximo duelo da equipe bauruense será pela Copa Brasil, no dia 31/01, sexta-feira, às 21h30, em Jaraguá do Sul (SC), contra o Sesc RJ. Em caso de vitória, jogará a grande final no sábado, 01/02, às 21h30. Pela Superliga Banco do Brasil 2019/2020, o time voltará à quadra, no dia 04/02, contra o São Paulo/Barueri, fora de casa, valendo a quarta rodada da competição.

    Com a palavra:

    Adenizia, central do Sesi Vôlei Bauru:   “Foi muito especial me apresentar em casa. Mas é nítido que eu ainda não estou no ritmo, vamos ter que trabalhar bastante, porque sei do meu momento. Estou aqui para ajudar a equipe, e aos poucos vou entrando melhor dentro de quadra. Não adianta cobrar a Adenizia de antigamente, porque ainda estou me recuperando. Mas a alegria e a vontade sempre estão comigo”, destacou a central.

    Mari Cassemiro, central do Fluminense:   “Nosso time está de parabéns mesmo com a derrota. Não faltou luta e o mérito foi todo do adversário. Ficamos na frente em todos os sets, mas faltou fechar. Estamos evoluindo na competição e sabemos que temos uma sequência difícil contra Osasco, Praia e Minas, mas vamos lutar. Não vai ser fácil para os adversários, não”, afirmou a ponteira tricolor Mari Cassemiro.

  • Superliga Banco do Brasil feminina 2019/2020: Em casa, Dentil/Praia Clube vence o Pinheiros

    Créditos: Assessoria Praia Clube

    Redação

    O Dentil/Praia Clube manteve o segundo lugar na classificação geral com a vitória sobre o Pinheiros por 3 sets a 0, com parciais de (25/17, 25/19 e 25/19), no ginásio do Praia, em Uberlândia (MG). A atacante Martinez ficou com o Troféu VivaVôlei e foi a maior pontuadora da partida, com 20 pontos (19 de ataque e um de saque).

    Com a palavra:

    Claudinha, levantadora do Dentil/Praia Clube:  “Já esperávamos por um jogo difícil. Sabemos que a equipe do Pinheiros é uma grande equipe, de muito volume, que saca muito bem e que tem apresentado bons jogos. Vejo a grande evolução que nossa equipe apresenta, tanto que hoje conseguimos jogar muito bem taticamente. Ainda assim, acontecem alguns erros que temos que minimizar, como os de saque. Independente da equipe do Pinheiros, que veio muito forte, acredito que esse resultado é muito do nosso trabalho e nossa agressividade dentro de quadra, que fez a diferença”, comentou a levantadora.

    Paulo Coco, técnico do Dentil/Praia Clube:   “Acho que o mais importante foi a postura da equipe durante a partida. É um adversário que exigiu muito de nós, com um volume de jogo incrível e a defesa bem armada. E conseguimos igualar no volume de jogo. O time busca essa consistência, cada vez errando menos. Apesar de termos errado 7 saques, a busca pela regularidade não para. Foi uma vitória importante, somando três pontos, em que o desgaste foi mínimo em três sets. Bom justamente para a longa sequência que teremos pela frente, com jogos da Copa Brasil e Superliga fora de Uberlândia”, disse o treinador.   

  • Superliga Banco do Brasil feminina 2019/2020: Com muitos erros na recepção, São Paulo/Barueri vira presa fácil para o Sesc RJ

    Créditos: CBV

    Redação

    O Sesc RJ segue na liderança da Superliga Banco do Brasil feminina de vôlei 19/20. Nesta terça-feira (28/01), o time carioca passou pelo São Paulo/Barueri por 3 sets a 0 (25/20, 25/17 e 25/15), no ginásio do Tijuca, no Rio de Janeiro (RJ). A partida foi válida pela terceira rodada do returno da competição.

    Na classificação geral, o Sesc RJ está em primeiro lugar, com 38 pontos (13 vitórias e uma derrota). O São Paulo/Barueri aparece na sétima posição, com 18 pontos (seis resultados positivos e oito negativos).

    A levantadora Fabíola, ficou com o Troféu VivaVôlei após ser eleita a melhor em quadra em votação popular no site da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV). Tandara foi a maior pontuadora com 18 acertos.

    Depois de começar o jogo muito bem no bloqueio, o São Paulo/Barueri passou a sofrer demais na recepção com o saque carioca. E para um time jovem a confiança diminui bastante em momentos de oscilação. As jogadoras passaram a acumular erros no saque e na virada de bola. O Sesc, por sua vez, teve uma atuação muito consistente das jogadoras das extremidades (Tandara, Peña e Amanda). A ponto de Bernardinho não precisa sequer usar o banco e fazer substituições durante toda a partida.

    Com a palavra:

    Fabíola, levantadora do Sesc RJ:   “Nós tivemos partidas muito difíceis contra Pinheiros, contra o Fluminense. Hoje sabíamos que enfrentaríamos uma equipe jovem, de qualidade, com um grande treinador. Foi uma vitória muito importante para a gente seguir nossa caminhada em uma Superliga muito equilibrada, muito difícil”, afirmou Fabíola.

    Juma, levantadora do São Paulo/Barueri:   “A gente cometeu muitos erros. Elas erraram pouco e nós não tivemos paciência”, lamentou a levantadora Juma.

    O próximo desafio do Sesc RJ será a fase final da Copa Brasil a partir desta sexta-feira (31/01). O São Paulo/Barueri terá pela frente o Sesi Vôlei Bauru pela Superliga Banco do Brasil na próxima terça-feira (04/02), às 19h30, no José Correa, em Barueri (SP).

  • Praia Clube organiza Seletivas de Vôlei 2020

    Divulgação: Praia Clube

    Redação

    Com o intuito de dar continuidade aos resultados positivos obtidos pelas equipes praianas de vôlei, o Departamento de Esportes do Clube divulgou informações sobre as Seletivas de Vôlei Feminino 2020. Neste ano, a peneirada será realizada entre os dias 3 e 4 de fevereiro, na Arena Praia e na Quadra C do Ginásio Oranides Borges do Nascimento (G2).

    As avaliações serão feitas pelos técnicos Mirtes França, Rogério Muniz, Deivid Rotta, Yara Bueno e Amorival Gonçalves. É preciso lembrar que essa é uma atividade gratuita e não necessita de inscrição prévia, para participar basta comparecer no horário e local correspondentes à faixa etária portando documento oficial com foto.

    Os candidatos que não são sócios terão acesso à quadra pelo Portão 13, localizado na Av. Uirapuru, no Bairro Cidade Jardim. O mesmo será aberto meia hora antes do início da peneirada. Importante ressaltar, ainda, que o Praia Clube não disponibilizará alojamentos às candidatas.

    Confira os horários das seletivas por categoria:

    13h30 às 15h – Pré-mirim Sub-14 (Nascidas 2007 e 2008)

    Local: Quadra C do G2

    15h às 16h30 – Mirim Sub-15 (Nascidas 2006)

    Local: Quadra C do G2

    13h30 às 15h – Infantil (Nascidas 2005)

    Local: Arena Praia

    15h às 16h30 – Infanto Sub-17 e Sub-18 (Nascidas 2004 e 2003)

    Local: Quadra C do G2 e Arena Praia

  • Superliga Banco do Brasil feminina 2019/2020: Força do bloqueio é arma do Osasco-Audax diante do Curitiba

    (João Pires/Fotojump)

    Redação

    Em busca da quinta vitória consecutiva na Superliga Banco do Brasil, Osasco Audax/São Cristóvão Saúde aposta na evolução do bloqueio. Contra o Curitiba Vôlei, nesta terça-feira (28/01), às 20h, no ginásio José Liberatti, pela terceira rodada do segundo turno, o objetivo é repetir o padrão apresentado diante do Pinheiros.Com 16 pontos conquistados pelo paredão, o time do técnico Luizomar bateu o tradicional adversário por 3 sets a 1, de virada, na sexta-feira (24/01). A partida terá transmissão pelo Canal Vôlei Brasil. Todos os detalhes e bastidores podem ser conferidos no canal oficial do clube, a Osasco Vôlei TV (https://osascovoleitv.tvnsports.com.br/).

    Os 16 pontos de bloqueio na rodada passada representam o melhor desempenho de Osasco nesse fundamento na temporada 2019/20 da Superliga Banco do Brasil. Antes, a melhor atuação do paredão osasquense havia sido na vitória por 3 sets a 2 sobre o Itambé Minas. No penúltimo jogo primeiro turno, em Belo Horizonte, foram 15 acertos, com destaque para Jaque (5 pontos de bloqueio), Bia (4) e Mara (3).

  • Superliga Banco do Brasil feminina 2019/2020: Itambé/Minas recebe o São Cristóvão Saúde/São Caetano, nesta terça-feira (28)

    Créditos: Orlando Bento/MTC

    Redação

    A equipe Itambé/Minas tem mais uma partida importante diante do seu apaixonado torcedor. Nesta terça-feira (28/01), o time do técnico Nicola Negro recebe o São Cristóvão Saúde/São Caetano, às 20h, em jogo válido pela terceira rodada do segundo turno da Superliga Feminina 2019/20. A partida na Arena Minas Tênis Clube será transmitida, ao vivo, pelo Canal Vôlei Brasil (apenas para assinantes).

    A equipe mineira está na terceira posição na tabela de classificação, com 33 pontos. O líder é o Sesc-RJ, que tem 35 pontos, mesma pontuação que o vice-líder, o Dentil/Praia Clube. O adversário minastenista desta terça-feira está em 11º lugar, com quatro pontos.

    Os ingressos para o jogo desta terça-feira estão à venda na internet e tem preço promocional, com entradas a R$ 10, limitadas aos primeiros 1.500 torcedores. Clique AQUI para comprar. Sócios do Minas também podem adquirir os ingressos na Central de Atendimento. Nesta terça, os ingressos estarão à venda na bilheteria da Arena, que abre às 18h30, mesmo horário de abertura dos portões.

  • Superliga Banco do Brasil feminina 2019/2020: Sesi Vôlei Bauru encara Fluminense

    Créditos: Carlos Decout

    Redação

    O Sesi Vôlei Bauru volta à quadra pela Superliga Feminina de Vôlei 2019/20, nesta terça-feira, (28/01), pela terceira rodada do returno da competição, após vencer Curitiba Vôlei, fora de casa, por 3 sets a 0. O objetivo é manter a invencibilidade no returno, e o duelo será contra o Fluminense, no ginásio Panela de Pressão, a partir das 19h30.

    A equipe de Bauru perdeu o primeiro jogo para o Fluminense, no Rio de Janeiro, e busca pela vitória, desta vez, em casa, diante da torcida. O time carioca é o atual sexto colocado, com 19 pontos. Já a equipe comandada pelo técnico Anderson Rodrigues está logo acima, em quinta posição, com 25 pontos.

    Adenizia, que estreou em quadra pelo Sesi Vôlei Bauru no jogo contra o Osasco, e jogou o último set contra o Curitiba, vai jogar em casa pela primeira vez, em duelo com o Fluminense. Ainda sem a escalação oficial, Adenizia é uma das jogadoras importantes que o Sesi tem para colocar em quadra.