• Treinamentos das escolinhas de base da Associação Esportiva de Atibaia

    Créditos: AEA Esportes

    Fonte: AEA Esportes

    Começará no próximo dia 04/02, segunda-feira, no Ginásio de Esportes José Pires Alvim (Elefantão), os treinamentos das escolinhas de base da Associação Esportiva de Atibaia, projeto social que cresce e se desenvolve a cada ano em nosso município desde 2005. Inicialmente, são esperadas cerca de 200 crianças e adolescentes para participarem do projeto deste ano, que visa o desenvolvimento da modalidade em nossa cidade. As categorias de base atendem crianças e adolescentes (masculino e feminino) de 10 a 17 anos.

     

    Horários das aulas:

    • Treinamento Vôlei Feminino, segundas, quartas e sextas, das 14h às 16h (faixa etária de 14 a 17 anos)
    • Treinamento Vôlei Masculino, segundas, terças, quintas e sextas, das 16h às 18h (faixa etária de 14 a 17 anos)
    • Iniciação com turmas mistas (masculino e feminino), terças e quintas, das 14h às 16h (faixa etária de 10 a 14 anos)

     

    Aos interessados em participar do projeto, basta chegar no Ginásio Elefantão e falar diretamente com os professores nos respectivos horários.

  • Superliga Cimed masculina 2018/2019: EMS Taubaté Funvic vence o São Judas Voleibol

    Créditos: Rafinha Oliveira | EMS Taubaté Funvic

    Redação

    No primeiro jogo da quarta rodada do returno da Superliga Cimed masculina de vôlei 2018/2109, melhor para o EMS Taubaté Funvic (SP). Na tarde deste sábado (02/02), a equipe dirigida pelo técnico argentino, Daniel Castellani, jogou na casa do adversário e venceu o São Judas Voleibol (SP) por 3 sets a 0, em equilibradas parciais de (27/25, 25/23 e 25/15).

    O líbero Thales teve atuação importante na vitória do time do Vale do Paraíba e foi eleito, pela comissão técnica, o melhor jogador da partida.

    Apesar do resultado negativo do seu time, o oposto Alisson Bastos encerrou a partida como o jogador a mais pontuar. Alisson marcou 13 pontos nesta tarde, sendo 10 de ataque, um de saque e dois de bloqueio.

    O EMS Taubaté Funvic volta a jogar pela Superliga Cimed na próxima quinta-feira (07/02), desta vez em casa, contra o Fiat/Minas (MG). A partida será às 20h, com transmissão ao vivo do site Globoesporte.com. Já o São Judas Voleibol estará em quadra no próximo sábado (09/02), às 19h, no Rio de Janeiro (RJ), para enfrentar o Sesc RJ.

    Com a palavra:

    Thales, líbero do EMS Taubaté Funvic:    “Fizemos um jogo bom, o time confirmou os três a zero que era o esperado, impondo um volume de jogo interessante. O horário também é meio estranho, pois não estamos acostumados a jogar, mas soubemos nos adaptar bem. Fomos competentes para vencer um jogo que teve seus momentos complicados, como no primeiro set, mas mantivemos a concentração e jogamos melhor que eles. Depois o time engrenou, encaixou bem a defesa e a nossa recepção e no terceiro deslanchamos. De forma geral o time está de parabéns, é mais uma vitória que nos dá confiança.”, comentou o líbero.

  • Copa Brasil feminina 2019: Itambé Minas supera Osasco-Audax e garante lugar na final

    Créditos: Carlos Borges

    Redação

    O Itambé Minas (MG) é o segundo finalista da Copa Brasil feminina de vôlei 2019. Na noite (01/02) em que o Dentil/Praia Clube (MG) já havia garantido a primeira vaga na grande decisão, a equipe de Belo Horizonte (MG) carimbou seu passaporte ao passar pelo Osasco-Audax (SP), atual campeão, por 3 sets a 1 (25/21, 17/25, 25/22 e 25/16), no ginásio Perinão, em Gramado (RS).

    A decisão pelo título, então, será mineira entre o Dentil/Praia Clube e o Itambé Minas. A partida acontecerá às 21h30 deste sábado (02/02), novamente no Perinão, com transmissão ao vivo do SporTV 2.

    A ponteira Natália, do Minas Tênis Clube, foi a maior pontuadora do confronto, com 17 pontos. 

    Com a palavra:

    Natália, ponta do Itambé Minas:    “O mais importante da partida de hoje é que conseguimos sair de algumas dificuldades, principalmente depois de um segundo set ruim. Alcançamos o nosso primeiro objetivo que era estar nessa final e vamos enfrentar um adversário difícil que é o Dentil/Praia Clube, na minha opinião um time muito regular. Vamos precisar jogar melhor do que hoje nessa final”, concluiu Natália.

    Camila Brait, líbero do Osasco-Audax:    “No primeiro set, jogamos com cinco ou seis pontos na frente e não podemos deixar virar como aconteceu. Isso já tinha ocorrido e precisamos corrigir. No segundo set sacamos muito bem e o resultado veio. Sabíamos que seria necessário sacar bem para tirar o passe do Minas, que tem atacantes eficientes. Lutamos, mas, infelizmente não deu”, lamentou Camila Brait.

    Equipes:

    Itambé Minas – Macris, Bruna, Natália, Gabi, Mara e Carol Gattaz. Líbero – Léia 
    Entraram – Geórgia, Bruninha, Malu e Lana
    Técnico – Stefano Lavarini

    Osasco-Audax  – Carol Albuquerque, Hooker, Mari Paraíba, Leyva, Walewska e Nati Martins. Líbero – Camila Brait 
    Entraram – Kika, Lorenne, Claudinha, Natasha e Paula Pequeno 
    Técnico – Luizomar de Moura

  • Copa Brasil feminina 2019: Dentil/Praia Clube vence Sesi Vôlei Bauru e está na final

    Créditos: Carlos Borges

    Redação

    O Dentil/Praia Clube (MG) está na final da Copa Brasil feminina de vôlei 2019. Nesta sexta-feira (01/02), o time de Uberlândia (MG) venceu, de virada, o Sesi Vôlei Bauru (SP) por 3 sets a 2 (24/26, 25/21, 25/14, 21/25 e 15/11), no ginásio Perinão, em Gramado (RS). O time mineiro, atual vice-campeão, busca uma conquista inédita.

    A equipe do treinador Paulo Coco vai enfrentar o Itambé/Minas que na outra partida venceu a equipe do Osasco-Audax(SP), por 3 sets a 1. A decisão será disputada às 21h30 deste sábado (02/02) com transmissão ao vivo do SporTV 2.

    Com a palavra: 

    Fabiana, central do Dentil/Praia Clube:    “Foi um jogo muito importante. Sabíamos que ia ser muito difícil e, querendo ou não, essa também era uma final. Quando começamos a sacar um pouco melhor e o nosso bloqueio funcionou melhor, o nosso jogo foi se desenvolvendo e conseguimos a vitória”, disse Fabiana.

    Fabíola, levantadora do Sesi Vôlei Bauru:    “Jogar contra a equipe do Praia é muito difícil. Demos o nosso melhor e o time está de parabéns. Ainda pecamos em alguns momentos e isso acaba fazendo diferença em um jogo contra um time como esse. Quem não erra ganha. Esse foi o diferencial do tie break. Nos superamos depois de tomar um 2 a 1, não deu no final, mas a equipe do Praia também está de parabéns”, concluiu Fabíola.

    Equipes:

    Dentil/Praia Clube – Lloyd, Fawcett, Fernanda Garay, Rosamaria, Carol e Fabiana. Líbero – Suelen
    Entraram – Michelle e Laís
    Técnico – Paulo Coco

    Sesi Vôlei Bauru – Fabíola, Diouf, Tifanny, Gabi Cândido, Andressa e Valquíria. Líbero – Tássia
    Entraram – Arlene, Naiane, Edinara, Vanessa e Palácio
    Técnico – Anderson

  • Superliga Cimed masculina 2018/2019: Sesi-SP vence em casa e alcança a liderança

    Créditos: Divulgação Sesi-SP

    Fonte: Amanda Demétrio – Assessoria Sesi-SP

    No segundo jogo válido pela terceira rodada do returno da Superliga Cimed 2018/19, o time masculino de vôlei do Sesi-SP garantiu a sua décima quarta vitória no torneio nacional. A equipe da capital paulista venceu o Caramuru Vôlei por 3 sets a 0 (25/23, 25/20 e 25/17) na noite desta quarta-feira (30/01), no ginásio da Vila Leopoldina, e assumiu a primeira colocação com 33 pontos.

    Após quase três meses do primeiro confronto entre as equipes, ainda no início do primeiro turno da Superliga, quando o time da capital paulista precisou ir até o tie break para vencer o grupo de Ponta Grossa, Sesi-SP e Caramuru Vôlei voltaram a se enfrentar em mais uma disputa apertada, porém, agora com um resultado mais tranquilo para os paulistas.

    O oposto Alan saiu de quadra como maior pontuador da partida, com o total de 15 acertos (14 de ataque e um de bloqueio) e o ponteiro Renato foi escolhido pela comissão técnica do seu time como melhor jogador da partida, sendo premiado com o Troféu VivaVôlei.

    Com a palavra:

    Renato, ponta do Sesi-SP:    “No geral eu acho que fomos bem. No começo não tivemos muita sequência de saque e isso atrapalhou. No segundo set foi a mesma coisa, nosso saque não entrou, erramos, e isso faz com o que o jogo fique parelho. Mas no final conseguimos retomar, tocamos em bolas importantes e o negócio fluiu melhor. Fomos regulares e creio que é esse o modelo que devemos seguir, manter a regularidade”, comentou o ponteiro Renato.   

  • Superliga Cimed masculina 2018/2019: EMS Taubaté Funvic vence sobe para terceira posição

    Créditos: Rafinha Oliveira/EMS Taubaté Funvic

    Redação

    Jogando na noite desta quarta -feira, (30/01), a EMS Taubaté Funvic venceu o Vôlei Renata Campinas (SP), por 3 sets a 0 (parciais de 25/17, 25/20 e 25/20), em jogo válido pela 14ª rodada da Superliga Cimed Masculina de Vôlei.

    Diante de um bom público que compareceu ao ginásio do Abaeté, a equipe do técnico Daniel Castellani esteve em uma ótima noite, e devolveu a derrota sofrida para o time campineiro no primeiro turno. Com mais esta vitória, a 11ª em 14 jogos na Superliga Cimed, o Taubaté chega aos 32 pontos ganhos, subindo da 4ª para a 3ª posição no campeonato, ultrapassando o Sesc RJ.

    Nesta noite, a equipe contou com grande atuação do oposto Leandro Vissotto. O experiente jogador saiu de quadra como maior pontuador do confronto, com 18 acertos – sendo 13 de ataque e cinco de bloqueio – e ainda recebeu o maior número de votos no site da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV), sendo, assim, eleito o melhor da partida.

    Com a palavra:

    Facundo Conte, ponta do EMS Taubaté Funvic:    “Saio de quadra hoje muito feliz com a minha atuação. Fazia muito tempo que eu não tinha a chance de jogar uma partida inteira, e hoje permaneci em quadra os três sets e pude ajudar a equipe a vencer. Coletivamente mostramos que nós estamos recuperados da derrota na Copa Brasil. Aquele jogo foi muito duro para nós, a derrota nos deixou bastante chateados, mas hoje mostramos nosso poder de reação e de controle das situações difíceis em quadra. Estão todos de parabéns pela postura, e daqui para frente temos que focar em manter esse estilo de jogo agressivo e consistente.”, comentou o argentino

    Vini, central do Vôlei Renata:    “Não dá para tirar o mérito de Taubaté. Eles entraram agressivos, fizeram ajustes na distribuição de jogo e tiveram qualidade. A gente conseguiu, de algumas formas, equilibrar o jogo. Agora é descansar, estudar e pensar no que precisamos melhorar. A lição que fica é que dá para a gente ir mais, lutar mais um pouquinho”, comentou o capitão Vini. 

    O EMS Taubaté Funvic volta a jogar pela Superliga Cimed no próximo sábado (02/02), às 11h, contra o São Judas Voleibol (SP), na casa do adversário. O Vôlei Renata volta a atuar diante de sua torcida e receberá o Sesc RJ no mesmo dia, às 18h.

  • Superliga B feminina 2019: De virada, São José dos Pinhais supera Feac/AFV Franca

    Créditos: Thiago Paes/FPV

    Fonte: Thiago Paes/FPV

    São José dos Pinhais conquistou nesta quarta-feira (30/01) a primeira vitória na Superliga B feminina 2019. Jogando em casa com apoio da torcida, a equipe comandada por Alexsandro Paiva superou, no tie-break, de virada, a Feac/AFV Franca, com parciais de 21/25, 17/25, 25/22, 25/15 e 15/7, em 2h08min. O duelo aconteceu no ginásio Ney Braga.

    Com essa vitória, São José dos Pinhais chega a 3 pontos, permanecendo na quinta colocação. Do outro lado, a Feac/AFV/Franca segue na quarta posição, com 4 pontos.

    Com a palavra:

    Alexsandro Paiva, técnico do São José dos Pinhais:    “Esta vitória é importante, pois já estávamos pressionados pelo resultado ruim da partida anterior. O time de Franca vinha de uma vitória incontestável e nós começamos muito mal o jogo, cometendo muitos erros. Mas a partir do momento que conseguimos encaixar a marcação melhoramos muito. O importante é sempre somar pontos e tentar ficar sempre entre os quatro primeiros”, disse o técnico paranaense.

    Thaynara Nunes, ponta do São José dos Pinhais:    “Temos que agradecer muito à nossa torcida. Nosso grupo veio de uma derrota em que jogamos muito bem. Hoje começamos errando demais, mas nos encontramos no meio do jogo e agora é focar em nosso crescimento”, disse a ponteira.

    O próximo compromisso de São José dos Pinhais será no Rio de Janeiro. Neste sábado (02/01), às 18h, às são-joseenses enfrentam o Flamengo pela terceira rodada da competição.

  • FIVB divulga sedes dos torneios pré-olímpicos

    Créditos: Gaspar Nóbrega/Inovafoto/CBV

    Redação

    A Federação Internacional de Voleibol (FIVB) divulgou nesta quarta-feira (30/01) as sedes dos torneios pré-olímpicos para Tóquio-2020. A seleção brasileira feminina jogará em casa, de 2 a 4 de agosto, enquanto a masculina irá fazer sua etapa na Bulgária, de 9 a 11 do mesmo mês –entidade ainda irá anunciar as cidades-sede.

    Presente no Grupo D, o time dirigido pelo técnico José Roberto Guimarães irá enfrentar as seleções da República Dominicana, Camarões e Azerbaijão. Já a equipe de Renan terá seus compromissos contra Egito, Bulgária e Porto Rico.

    As 24 seleções participantes do pré-olímpico foram divididas em seis grupos com quatro equipes. As seleções se enfrentarão dentro dos seus grupos e o vencedor de cada um garantirá a classificação para Tóquio.

    As equipes que não se classificarem nesta ocasião, porém, ainda poderão conseguir vagas nos Pré-Olímpicos continentais, que serão disputados, em 2020. O Japão, país sede, já está classificado.

    O Brasil é o atual campeão olímpico no masculino e a China no feminino.

  • Ponteira Clarisse do Pinheiros é operada

    Créditos: Divulgação Pinheiros

    Redação

    O Pinheiros teve um desfalque inesperado na partida de ontem, terça-feira (29/01), contra o Vôlei Osasco-Audax.

    A ponta Clarisse foi surpreendida por uma crise de apendicite e teve de ser operada na manhã da própria terça-feira, no Hospital Santa Cruz, parceiro do Esporte Clube Pinheiros.

    O procedimento foi bem-sucedido segundo o cirurgião Rodrigo Braga, que prevê a alta de Clarisse para esta quarta-feira, com retorno aos treinos entre 15 e 20 dias.

  • Pinheiros é homenageado pela Confederação Brasileira de Vôlei

    Créditos: Divulgação Pinheiros

    Redação

    Nesta terça-feira, (29/01), noite em que enfrentou o Osasco-Audax no lotado Poliesportivo Henrique Villaboim, o Pinheiros recebeu da CBV – Confederação Brasileira de Vôlei – homenagem à presença do clube nas 25 edições da Superliga. A placa de prata foi entregue ao diretor de Esportes Olímpicos e de Formação, Arnaldo Queiroz, pelo superintendente da CBV, Renato D’Ávila.

    O Pinheiros deu trabalho, mas não venceu o time de Osasco, em partida que terminou com 3 sets a 0 (25/20, 25/20 e 26/24). A equipe azul e preta permanece em nono lugar, a apenas uma posição da zona dos playoffs.  A próxima partida será contra o líder Minas Tênis em 5 de fevereiro, em Belo Horizonte.