• Começa hoje o Circuito Mundial de Vôlei de Praia na Polônia

    Fonte: CBV

    O Brasil segue na liderança do Circuito Mundial 2015 e, se depender do histórico na Polônia, as duplas verde e amarela continuarão fazendo sucesso. O Grand Slam de Olsztyn, que ocorre de terça-feira (25.08) a domingo (30.08), é o penúltimo torneio da corrida olímpica brasileira e contará com 10 times brasileiros, que esperam manter a hegemonia no país.

    Em 24 eventos realizados na Polônia desde 2004, os times do Brasil conquistaram 31 medalhas (16 entre os homens e 15 com as mulheres). Alemanha e EUA aparecem na segunda posição, com 10 medalhas cada. E a etapa desta temporada terá uma novidade, já que será disputada pela primeira vez em Olsztyn, cidade cercada por densas florestas e belos lagos.

    As mulheres serão as primeiras a entrarem em quadra. Fernanda Berti/Taiana (RJ/CE) e Maria Clara/Carol (RJ) disputam o qualificatório a partir desta terça-feira (25.08). Se avançarem, se juntam aos outros três times que estão direto na fase de grupos pela pontuação no ranking de entradas: Ágatha/Bárbara Seixas (PR/RJ), Juliana/Maria Elisa (CE/PE), Larissa/Talita (PA/AL).

    No torneio masculino, Guto/Saymon (RJ/MS) e Álvaro Filho/Vitor Felipe (PB) disputam o qualificatório a partir de quarta-feira (26.08). Além deles, o Brasil possui três times já classificados para a fase de grupo: Alison/Bruno Schmidt (ES/DF), Pedro Solberg/Evandro (RJ) e Ricardo/Emanuel (BA/PR). A etapa principal do torneio masculino começa a partir de quinta-feira (27.08), enquanto o feminino será iniciado um dia antes.

    O torneio também será crucial para a disputa de duas vagas brasileiras (uma em cada naipe) aos Jogos Olímpicos do Rio. Após a etapa polonesa, o último torneio que contará pontos será o Rio Open, em Copacabana, no início de setembro. Alison/Bruno Schmidt (ES/DF) e Larissa/Talita (PA/AL) são os atuais líderes. A dupla masculina também lidera o ranking do Circuito Mundial 2015, que contabiliza outros torneios, enquanto no feminino a primeira posição é de Ágatha e Bárbara Seixas.

    A corrida olímpica brasileira será definida da seguinte forma: uma dupla masculina e uma feminina conquistarão a classificação para os Jogos de 2016 com a pontuação obtida nos nove principais eventos do Circuito Mundial 2015 (cinco Grand Slams, três Major Series e Open do Rio). Os times descartarão os dois piores resultados ao longo da campanha.

    Maiores vencedores
    Dois atletas que estarão no Grand Slam de Olsztyn carregam a honra de serem os maiores vencedores em etapas disputadas na Polônia. Entre as mulheres, a medalhista olímpica Larissa é quem detém a coroa, tendo subido ao lugar mais alto do pódio em seis oportunidades, com duas parceiras diferentes: em 2007, 2009, 2010, 2011 e 2012 ao lado de Juliana, e na temporada passada ao lado de Talita.

    Entre os homens, o ‘block machine’ Ricardo é o atleta com maior número de conquistas, também com dois parceiros diferentes. O baiano venceu em 2004, 2006, 2007 e 2008 jogando ao lado de Emanuel, seu atual companheiro de time. Já em 2012 o título veio ao lado do carioca Pedro Cunha, com quem disputou os Jogos Olímpicos daquele ano, em Londres. O título em 2014 também ficou com o Brasil, com vitória de Pedro Solberg/Álvaro Filho.

    Os times vencedores da etapa de Olsztyn nos dois gêneros somam 800 pontos no ranking do Circuito Mundial e garantem um prêmio de 57 mil dólares. Ao todo, 400 mil dólares são distribuídos aos atletas em cada um dois gêneros. Após a etapa, o tour segue para o Open do Rio de Janeiro, que será realizado de 2 a 6 de setembro, na Praia de Copacabana, com entrada franca ao público.

  • Ingressos a venda para a Copa Internacional de Voleibol

    Fonte: CBV

    A Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) informa que a venda de ingressos para os jogos da Copa Rio Internacional de Voleibol Feminino, a ser realizada no Rio de Janeiro (RJ), entre os dias 28 e 30 de agosto, terá início neste sábado (22.08), às 10h, através do site www.tudus.com.br. As entradas também estarão serão vendidas em pontos de venda e na bilheteria do ginásio do Maracanãzinho a partir das 10h da próxima segunda-feira (24.08).

    A seleção feminina enfrentará, respectivamente, Alemanha, Bulgária e Holanda, de 28 a 30 de agosto, no ginásio do Maracanãzinho que tem capacidade para 11.346 pessoas. Os ingressos custarão R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia) para arquibancada e R$ 80(inteira) e R$ 40 (meia) para pista. Cada torcedor poderá comprar até quatro ingressos.

    Os seguintes jogos ocorrerão no Ginásio do Maracanãzinho:

    Data: 28/08/2015
    Horário de abertura dos portões: 14h. 
    Início da partida: Bulgária x Holanda às 16h | Brasil x Alemanha às 18h30

    Data: 29/08/2015
    Horário de abertura dos portões: 13h45.
    Início da partida: Brasil x Bulgária às 15h45 | Holanda x Alemanha 18h

    Data: 30/08/2015
    Horário de abertura dos portões:  7h
    Início da partida: Bulgária x Alemanha às 9h | Brasil x Holanda às 11h30

  • Gustavo Campos/Tiago e Amanda/Mimi vencem 3ª etapa de Piracicaba

    Fonte: FPV

    O II Circuito Paulista de Vôlei de Praia tem novas duplas vencedoras. Na terceira etapa, realizada neste final de semana, nas quadras do Complexo Esportivo José Carlos Callado Hebling (Parque Prezotto), em Piracicaba,  as duplas Gustavo Campos/Tiago e Amanda/Mimi levaram a melhor e ficaram com os títulos da competição, uma realização da Federação Paulista de Volleyball que teve o apoio  da Prefeitura de Piracicaba e Unimed Piracicaba. A temporada ainda prevê mais três torneios, que serão confirmados em breve.

    A terceira disputa da temporada 2015/16 do Circuito Paulista de Vôlei de Praia foi um sucesso. Antes mesmo de começar, o evento festejava a presença de 39 equipes, sendo 20 no masculino e 19 no feminino, representando mais de 20 municípios paulistas. Diante disso, nada mais natural que o nível técnico também fosse elevado, com todo mundo buscando as melhores colocações e os importantes pontos nos ranking.

    foto: Divulgação/FPV
    foto: Divulgação/FPV

    No masculino,  que contou as presenças dos primeiros no ranking, Guto e Luccas Lima, a decisão acabou surpreendendo a todos. A dupla formada pelos experientes  Gustavo Campos, de 43 anos, e Tiago, de 36, garantiu presença na decisão após superar Guto e Georges (Carlão, parceiro de Guto, não disputou a etapa em razão de contusão), por 2 sets a 1. Já a outra equipe finalista, formada por Manuel Jr. e Wellington,  também  agitou o torneio em Piracicaba ao ganhar do time  Luccas Lima e Fabi Fonseca, por 2 sets a 0.

    Na decisão, valeu a experiência. Gustavo Campos e Tiago venceram por 2 a 0, parciais de 21/14 e 21/17.  “Foi a primeira vez que jogamos juntos, mas ambos temos muita experiência e isso acabou ajudando. A gente foi se entrosando ao longo do torneio e, felizmente, conseguimos um resultado positivo em um etapa muito forte e equilibrada”, destacou Tiago.

    foto: Divulgação/FPV
    foto: Divulgação/FPV

    No feminino também houve novidade. A primeira delas foi a boa presença, faltando apenas uma equipe para completar o limite. Esse crescimento confirmou a força e a importância do Circuito para o fortalecimento da modalidade, principal objetivo da competição.

    A decisão reuniu as duplas Marli/Aninha e Amanda/Mimi e foi muito disputada, sendo definida apenas no tie-break. Marli e Aninha saíram na frente, vencendo a primeira série por 21/15 e dando mostras que chegariam a mais um título. Mas as adversárias, grande revelação da etapa, reagiram com estilo. Amanda e Mimi venceram o segundo set, 21/19, e também o set desempate, por 15/10, assegurando o título.

    O II Circuito Paulista de Vôlei de Praia englobará a temporada 2015/2016, com seis etapas previstas. O evento tem organização e realização da Federação Paulista de Volleyball. Na terceira etapa o apoio foi da Prefeitura de Piracicaba e Unimed.

    Mais informações no site oficial, www.fpv.com.br.

     

  • Funvic/Taubaté/São Paulo treina forte visando estreia no Paulistão

    Fonte: Tuddo Comunicação

    Visando a estreia no Campeonato Paulista, a Funvic/Taubaté/ São Paulo trabalhou nesta segunda-feira (24 de agosto), em dois períodos. Pela manhã os atletas fizeram um trabalho físico e a tarde o técnico Cezar Douglas comandou uma atividade tática.

    Porém, a novidade de hoje não estará em quadra nessa estreia. O central Riad, contratado no começo da temporada, se apresentou á equipe e dará continuidade a sua recuperação em Taubaté. O jogador teve uma ruptura parcial do tendão patelar e deve ficar ainda algumas semanas fora da competição. A previsão é que ele volte a jogar apenas nas finais do Campeonato Paulista.

    Dando continuidade na preparação para a estreia no Campeonato Paulista, a Funvic Taubaté/ São Paulo FC trabalha amanhã (25) em dois períodos. O duelo será no dia 29 de agosto, sábado, na cidade de Atibaia, contra o Climed/Atibaia. A partida acontece ás 19 horas, no ginásio Elefantão, com entrada franca.

  • Alison e Bruno Schmidt vencem no Circuito Mundial

    Fonte:  CBV

    O Brasil fez uma festa completa na casa dos maiores rivais no vôlei de praia neste domingo (23.08), no Grand Slam de Long Beach. Horas após o título de Larissa e Talita no torneio feminino, foi a vez de Alison/Bruno Schmidt (ES/DF) superar os norte-americanos Dalhausser/Lucena na decisão do torneio masculino: 2 sets a 1 (21/16, 20/22, 15/13), em 1h15. É o quarto ouro consecutivo da dupla no Circuito Mundial 2015.

    Alison e Bruno Schmidt já tinham subido ao lugar mais alto do pódio no Campeonato Mundial, na Holanda, e no Major Series de Gstaad (Suíça) e Grand Slam de Yokohama (Japão). A quarta vitória seguida iguala uma marca de 2010 do próprio Dalhausser, superado na final. Naquele ano, ele e o parceiro Todd Rogers venceram cinco eventos em sequência. Desde então, nenhuma dupla havia conseguido repetir tal marca.

    Este foi o quinto ouro de duplas brasileiras masculinas em 11 etapas disputadas no Circuito Mundial 2015. A vitória rende uma premiação de 57 mil dólares aos campeões, que também somam 800 pontos no ranking da Federação Internacional de Voleibol (FIVB) e na corrida olímpica brasileira. O capixaba e o brasiliense lideram a disputa por uma vaga aos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, com 3.920 pontos.

    A corrida olímpica brasileira será definida da seguinte forma: uma dupla masculina e uma feminina conquistarão a classificação para os Jogos de 2016 com a pontuação obtida nos nove principais eventos do Circuito Mundial 2015 (cinco Grand Slams, três Major Series e Open do Rio). Os times descartarão os dois piores resultados ao longo da campanha.

    Juntos desde 2014, Alison e Bruno somam cinco títulos de etapas internacionais. Em toda carreira, Alison soma 16 medalhas de ouro no Circuito Mundial, enquanto Bruno Schmidt já subiu ao lugar mais alto do pódio em sete oportunidades.

    A próxima parada é no Grand Slam da Polônia, em Olsztyn, de 25 a 30 de agosto. Este é o terceiro ano consecutivo que Long Beach recebe uma etapa do tour mundial, todos disputados na Praia de Alamitos. Outras nove cidades já sediaram eventos nos Estados Unidos. O município fica no condado de Los Angeles, no sul da Califórnia, na costa do Pacífico.

    Em 2015, o calendário do Circuito Mundial prevê cinco Grand Slams, três Major Series, dez Opens, o Campeonato Mundial e o World Tour Finals, que reunirá apenas os oito melhores times da temporada de cada gênero. Cada torneio possui pontuação e premiação distintas, mas serão distribuídos ao todo mais de 9,6 milhões de dólares.

  • Larissa e Talita campeãs do Circuito Mundial

    Fonte: CBV

    Larissa e Talita (PA/AL) escreveram mais um capítulo da acirrada rivalidade entre Brasil e Estados Unidos na história do vôlei de praia. Na tarde deste domingo (23.08), as campeãs brasileiras venceram a tricampeã olímpica Kerry Walsh e sua parceira, a medalhista olímpica April Ross, por 2 sets a 0 (21/18 e 21/16), em 54 minutos, na final do Grand Slam de Long Beach, na casa das adversárias.

    Este foi o oitavo ouro de duplas brasileiras femininas em 11 etapas disputadas no Circuito Mundial 2015. A vitória rende uma premiação de 57 mil dólares às campeãs, que também somam 800 pontos no ranking da Federação Internacional de Voleibol (FIVB) e na corrida olímpica brasileira. A capixaba e a sul-mato-grossense lideram a disputa por uma vaga aos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, com 4.040 pontos.

    A corrida olímpica brasileira será definida da seguinte forma: uma dupla masculina e uma feminina conquistarão a classificação para os Jogos de 2016 com a pontuação obtida nos nove principais eventos do Circuito Mundial 2015 (cinco Grand Slams, três Major Series e Open do Rio). Os times descartarão os dois piores resultados ao longo da campanha.

    Na visão de Franco Neto, gerente de seleções de praia da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV), os resultados apresentados pelas duplas do país ao longo do Circuito Mundial e, consequentemente, da corrida olímpica, são reflexos do planejamento e respaldo da entidade visando a principal competição do planeta.

    Este é o oitavo título de Circuito Mundial da dupla brasileira, o quarto apenas nesta temporada – elas já haviam vencido o Grand Slam de Moscou e os Major Series de Porec e Gstaad em 2015. Em toda carreira, Larissa soma 54 medalhas de ouro em etapas internacionais, sendo a maior vencedora da história. Já Talita alcança sua 26ª conquista somando títulos com outras parceiras, aparecendo na sétima colocação geral da história.

    A próxima parada é no Grand Slam da Polônia, em Olsztyn, de 25 a 30 de agosto. Este é o terceiro ano consecutivo que Long Beach recebe uma etapa do tour mundial, todos disputados na Praia de Alamitos. Outras nove cidades já sediaram eventos nos Estados Unidos. O município fica no condado de Los Angeles, no sul da Califórnia, na costa do Pacífico.

    Em 2015, o calendário do Circuito Mundial prevê cinco Grand Slams, três Major Series, dez Opens, o Campeonato Mundial e o World Tour Finals, que reunirá apenas os oito melhores times da temporada de cada gênero. Cada torneio possui pontuação e premiação distintas, mas serão distribuídos ao todo mais de 9,6 milhões de dólares.

  • AJOV na Copa Lages de Voleibol

    Fonte: FCV

    No último final de semana, a equipe infantil da AJOV, Associação Joaçabense de Voleibol, participou no município de Lages, da Copa Lages de Voleibol.
    Das quatro partidas disputadas, as atletas de Joaçaba venceram as equipes de Fraiburgo, Presidente Getúlio e Rio do Sul, pelo placar de 2 x 0 sets e perderam para o time da casa também pelo mesmo placar.
    Apesar do bom desempenho nos primeiros jogos da competição, a AJOV voltou para casa com o terceiro lugar. A equipe de Rio do Sul terminou a competição em primeiro lugar, enquanto Lages, ficou com a segunda colocação.
    De acordo com o professor e técnico da equipe, João Luchese, o resultado não era necessariamente o que ele esperava. “Acredito que a equipe da AJOV seja superior, vem de um bom ritmo de treinos, porém não conseguiu mostrar isso dentro da quadra”, salienta João.
    Segundo ele informou, o momento é de intensificar ainda mais os treinamentos e avaliar quais são os principais erros que a equipe esteja cometendo, procurando eliminá-los.

  • Seleção Masculina Infanto-Juvenil disputa o 5º lugar

    Fonte: CBV

    Depois de ser eliminada da briga pelo título do Mundial Sub-19, a seleção brasileira infanto-juvenil masculina reencontrou a vitória neste sábado (22.08), ao bater os EUA em uma partida bastante equilibrada e definida apenas no quinto set. O Brasil precisou de 2h13 para levar a melhor no triunfo no ginásio da cidade de Resistência (ARG), umas das sedes da competição, com parciais de 25/22, 22/25, 25/22, 15/25 e 15/10.

    O ponteiro Kaio teve a melhor performance em quadra e anotou 23 pontos. No jogo, as duas equipes altenaram-se na liderança do placar e equilibraram as ações. O Brasil esteve melhor no bloqueio, 19×13, enquanto o saque dos EUA foi mais eficiente, 7×5. No ataque e nos erros os dois lados estiveram parelhos.

    Com o resultado, o time brasileiro, comandado por Percy Oncken, terá pela frente a Itália na disputa do quinto lugar, neste domingo (23.08), às 14h30 (horário de Brasília). Mais cedo, a Polônia passou pelo Irã por 3×1 e avançou para a final, onde decidirá o título com o vencedor da segunda semifinal entre Argentina e Rússia.
    O Brasil tem sete medalhas em mundiais infanto-juvenis masculinos: seis de ouro (1989, 1991, 1993, 1995, 2001 e 2003) e uma prata (2005). Na última edição, em 2013, os brasileiros terminaram na quinta colocação.

  • Unincor/Três Corações vence UFJF na abertura do Campeonato Mineiro

    Foto: Cristiano Sávio
    Foto: Cristiano Sávio

    Fonte: FMV

    O Campeonato Mineiro 2015 começou em grande estilo. Na noite de sexta-feira (21), no Ginásio Pelezão, em Três Corações, o Unincor/Três Corações venceu o UFJF Vôlei por 3 sets a 2 em um confronto emocionante e começou bem sua campanha na competição estadual. O duelo teve parciais de 25/27, 25/11, 19/25, 25/22 e 15/12.

    A competição terá sequência na quinta-feira, 27 de agosto, quando a equipe do sul de Minas vai até Belo Horizonte enfrentar o Minas Tênis Clube. A partida será às 19h na Arena, casa minastenista.

    De Belo Horizonte para Montes Claros
    Após enfrentar o Minas na capital mineira, o Unincor/Três Corações viaja para Montes Claros, onde no sábado (29) encara o Montes Claros Vôlei, que fará sua estreia na edição 2015 da competição.

  • Paulista 2015 – Sesi vence Bauru no feminino

    Redação

    Jogando em seu ginásio na Vila Leopoldina, a equipe do Sesi venceu o Bauru por 3 sets a 0 na estreia do Campeonato Paulista feminino de vôlei, na noite deste sábado (22.08). A partida durou 01h24, com parciais de 25/14, 25/21 e 25/22.

    O próximo jogo do Vôlei Bauru será contra o São Caetano, na sexta-feira, dia 28, 19h30, no ginásio Panela de Pressão, em Bauru. Já o Sesi entra em quadra um dia depois, às 19h, no ginásio Gigantão, em Araraquara, contra o Uniara.