Notícias

Paulista 2018 feminino: Vôlei Osasco inicia luta pelo heptacampeonato

por: Pedro - Redação

0
Luizomar orienta sua equipe
(João Pires/Fotojump)

Fonte: Rafael De Marco – ZDL

O Vôlei Osasco/Audax recebe o Sesi Vôlei Bauru na abertura das finais do Campeonato Paulista nesta sexta-feira (02/11), a partir das 21h30, no ginásio José Liberatti. A expectativa é de casa cheia. A fanática torcida osasquense promete, como é tradicional, ser o sétimo jogador do time. Além de acompanhar a batalha em quadra, os fãs viverão uma emoção a mais, diante do reencontro com a oposta norte-americana Destinee Hooker, que chegou ao Brasil na quarta-feira (31/10) para ser um dos principais reforços para a temporada 2018/19.

Para conquistar o sétimo título estadual consecutivo, o Vôlei Osasco/Audax sabe que terá uma dura missão pela frente ao enfrentar o único time ainda invicto na competição. “Em final, nunca tem jogo tranquilo. Confio no nosso grupo de atletas, que mostra comprometimento desde o primeiro treino desta temporada, tem crescido a cada rodada e ainda tem lastro para evoluir ainda mais. Felizmente, nessa abertura contamos com a força do nosso torcedor, que sempre dá show no Liberatti e faz toda a diferença a nosso favor”, avalia o técnico Luizomar.

A líbero Camila Brait concorda com o treinador. “Nosso time foi formado para esta temporada, com muitas jogadoras que chegaram agora, e o nosso entrosamento melhora jogo a jogo. Agora é aproveitar o fator casa, a energia da nossa torcida maravilhosa e lutar da primeira a última bola para conquistar a vitória nessa primeira partida decisiva”, afirma. Para a peruana Angela Leyva, a união do grupo tem feito a diferença em quadra. “Todas nós estamos focadas em um mesmo objetivo. Temos um time com clima muito bom e isso se reflete em quadra, onde uma ajuda e incentiva a outra em todos os momentos”, completa a ponteira.

A levantadora Claudinha lembra que a vitória em uma verdadeira batalha na semifinal aumenta a confiança do Vôlei Osasco. “Entramos em quadra após uma derrota muito ruim no primeiro jogo da semifinal (3 a 1 para Barueri). Contudo, nos unimos ainda mais, colocamos a cabeça no lugar e nos encontramos técnica e taticamente. A vontade de ganhar foi fundamental. Temos que criar essa vontade de encarar jogo difícil, aprender gostar de ganhar e conquistar títulos. Agora, para a final, o espírito é o mesmo”, explica a levantadora, lembrando das vitórias por 3 sets a 2 sobre o Hinode Barueri e 25/16 no Golden Set na última sexta-feira (27), no José Liberatti.

Hooker A norte-americana Hooker desembarcou no Brasil na quarta-feira (31/10), nesta quinta-feira (01/11) passou por uma série de exames médicos e vai se reencontrar com a torcida no Liberatti nesta sexta-feira. A oposta retorna a Osasco seis anos após a vitoriosa passagem pelo clube e que culminou no título da Superliga 2011/12. Ela chega para manter alta a potência ofensiva de um dos mais tradicionais time do mundo. “Estou voltando e muito agradecida pela oportunidade de jogar novamente no Liberatti para defender a nossa equipe, que foi onde tive minha primeira experiência no Brasil. Estarei cercada de familiares, amigos e, claro, nossos incríveis fãs. Agora é mais Osasco do que nunca”, garante a atleta.

Decisão na casa do adversário – O segundo confronto final do Campeonato Paulista será na segunda-feira (05/11), no ginásio Panela de Pressão, em Bauru, a partir das 19h15. Caso cada equipe conquiste uma vitória, a decisão estadual vai para o Golden Set (até 25 pontos), que será disputado na sequência da rodada de segunda-feira, em Bauru.