• Circuito Banco do Brasil – Etapa Brasília

    foto: Divulgação CBV
    foto: Divulgação CBV

    Fonte: CBV

    A etapa de Brasília (DF) do Circuito Banco do Brasil Nacional foi inaugurada nesta sexta-feira (16.10) com a disputa do torneio qualificatório. Oito duplas – quatro em cada naipe – conseguiram avançar à fase principal após a realização de 40 partidas no Parque da Cidade, com entrada franca à torcida. Destaque para novas formações que abriram parcerias conquistando a classificação ao torneio.

    O qualificatório feminino contou com 16 duplas que realizaram 12 partidas. Avançaram Solange/Fernanda Nunes (DF/RJ), Aline/Silvana (SC/TO), Ana Patrícia/Michelle (MG/RJ) e Renata/Thati (PB/RJ). Das quatro formações, três estrearam em Brasília, como a carioca Michelle e a mineira Ana Patrícia, que chega embalada pelo título do Sub-23.

    “Eu que chamei a Ana Patrícia para jogar ao meu lado, já estava de olho nela, no bloqueio alto que ela tem. E principalmente na atitude dela dentro de quadra, que é algo que valorizo muito e me chamou a minha atenção. Ela e a Renata abriram a dupla e acabou dando certo, eu andava meio desmotivada, sem encontrar uma dupla fixa e acredito muito nesse trabalho”, disse Michelle Carvalho, atleta que treina no Instituto Evokar.

    “Imagino que posso contribuir com um pouco da experiência que adquiri. Além disso, o desafio é chegar ao Open, onde estão as melhores. Somos movidas a desafios e estou feliz e motivada. Passamos do primeiro obstáculo e queremos mais na fase de grupos”, completou.

    O qualificatório masculino contou com 32 times brigando pelas últimas quatro vagas, sendo realizadas 28 partidas. Conseguiram a vaga à fase de grupos Rico/Fabião (PB/SP), Igor Borges/Jonas (RJ), João Paulo/Ralph (CE/RJ) e Alexandre Pires/Itamar (RJ/DF). Jonas, que disputou os primeiros jogos ao lado do novo parceiro, comemorou a evolução no quali.

    “Meu parceiro é novo, nunca havíamos jogado juntos, foi a primeira etapa. Treinamos duas ou três vezes, não encaixou direito e tive medo do resultado. Mas os amigos apoiaram, deram forças e tentamos nos unir. Foi um crescimento ao longo do dia. Entramos um pouco nervosos no primeiro duelo, melhoramos no segundo e fizemos a melhor partida no terceiro, que valia a vaga. Vamos com tudo, estamos embalados pelo Sub-23, que tem um ótimo nível técnico, e queremos subir degrau a degrau”, destacou o carioca.

    Já estavam garantidas no torneio masculino, pela posição no ranking de entradas, as seguintes duplas: Marcus Borlini/Márcio Gaudie (ES/RJ), Lipe/Ramon Gomes (CE/RJ), Luizão/Fábio (AM/CE), Rodrigo Saunders/Guto (CE/SP), Gilmário/Fábio Luiz (PB/ES), Ícaro/Álvaro Andrade (PB/SE), Nilton/Anderson Melo (RO/RJ) e Maia/Vinícius (RJ).

    No feminino, as seguintes duplas entraram direto na fase de grupos: Rebecca/Neide (CE/AL), Bruna/Semírames (PB/SP), Mayana/Juliana Simões (TO/PR), Alba/Aline (BA), Pauline/Paula Hoffmann (RJ), Fabrine/Sandressa (BA/AL), Luiza Amélia/Luciana (CE) e Rosi/Beatriz (AL/RJ).

    Os times são divididos em três grupos com quatro e jogam dentro da chave, com os oito melhores (primeiro e segundos, além de dois terceiro colocados) avançando às quartas de final. Todos estes jogos ocorrem no sábado (17.10). O domingo (18.10) é reservado para partidas das semifinais, disputas de bronze e finais dos dois naipes.

    Após as etapas no Rio de Janeiro e Salvador (BA), e agora em Brasília (DF), o torneio passará novamente pelo Rio de Janeiro (RJ) e seguirá para Maringá (PR). As quatro etapas de 2016 ainda serão anunciadas pela Confederação Brasileira de Voleibol (CBV).

    VEJA A GALERIA DE FOTOS

    VEJA OS RESULTADOS DO MASCULINO

    VEJA OS RESULTADOS DO FEMININO

Autor:


Deixar um comentário

Deixe um comentário .

Algumas tags HTML são permitidas, são elas:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong> 

Total