Liga das Nações

Brasil segura o ímpeto do Irã e segue líder na Liga das Nações

por: Pedro - Redação

0

Redação

A seleção brasileira masculina não teve vida fácil na Liga das Nações, nesta quarta-feira (16). O Brasil teve que segurar o ímpeto do Irã, para vencer mais uma partida por 3 sets a 1, parciais de (25-19, 23-25, 25-19 e 25-21), em Rimini, na Itália.

Resumo dos pontos: Em ataques, o Brasil marcou 49 pontos contra 48 do Irã. Em bloqueios, foram 12 pontos do Brasil contra 07 do Irã. Em saques, o Irã marcou 05 pontos contra 03 do Brasil. Em erros, o Brasil cedeu 24 pontos contra 34 cedidos pelo Irã.

Os maiores pontuadores foram, o ponteiro Lucarelli, do Brasil com 20 pontos (maior pontuador da partida) e pelo Irã, o ponteiro Meisam Salehi, com 15 pontos.

Com a palavra:

Milad Ebadipour, ponta do Irã: “Foi um jogo difícil, porque jogamos contra o Brasil, a melhor seleção do mundo. Acho que todas as seleções do mundo deveriam respeitá-los considerando quantos títulos olímpicos e mundiais já conquistaram. Eu acho que tivemos nossas chances de ganhar também, como no quarto set, quando jogamos um voleibol muito bom, mas eles forçaram muito o saque e foi muito difícil passar a bola. Eles também tiveram uma defesa incrível, nós estavam dando o nosso 100% no ataque, mas eles defenderam – na minha opinião é impossível defender assim, mas eles fizeram”, disse o ponteiro iraniano.

Isac, central do Brasil: “Foi uma partida difícil. As duas equipes lutaram muito. Tenho a impressão de que o principal foi que jogamos cada ponto como se fosse o último. Cada partida é como a última para nós, então estamos muito ansiosos para vencer todos os jogos. Amanhã será o mesmo, jogaremos contra a Austrália e faremos o nosso melhor em quadra”, disse Isac.

Foto: Divulgação FIVB