Notícias

Copa Brasil masculina: Sada Cruzeiro vence Fiat Minas e conquista o tetracampeonato

por: Pedro - Redação

0
Créditos: Cristiano Andujar/Inovafoto/CBV

Redação

Foi diante do Fiat Minas, em um clássico mineiro, que o Sada Cruzeiro faturou o seu quarto troféu da Copa Brasil e gritou tetracampeão!. Na noite deste domingo, 27/01, jogando em Lages-SC, os cruzeirenses bateram o adversário por 3 sets a 0 e garantiram o tetracampeonato nacional, somando 2019 às conquistas de 2014, 2016 e 2018. A equipe comandada por Marcelo Mendez teve um início de jogo muito equilibrado, mas depois ditou o ritmo da partida no ginásio Jones Minosso e anotou parciais de 29/27, 25/22 e 25/22.

O time mineiro classificou para a Copa Brasil na segunda colocação do primeiro turno da Superliga Cimed 18/19. Assim, enfrentou o sétimo, Vôlei UM Itapetininga (SP) na fase classificatória, quando venceu por 3 sets a 1, garantindo a vaga na Fase Final, em Lages. Na semifinal, bateu o Copel Telecom Maringá Vôlei (PR), que havia eliminado o Sesi-SP na primeira fase, garantindo a vaga na grande decisão.

O Fiat/Minas entrou na Copa Brasil na oitava posição da Superliga Cimed 18/19. Nesta circunstância, o time mineiro eliminou o primeiro colocado, Sesc RJ, e chegou a Lages para enfrentar outra potência do cenário, o EMS Taubaté Funvic (SP). Na semifinal, venceu o adversário do Vale do Paraíba por 3 sets a 2 e se classificou para a final.

Maior pontuador desta noite, com 13 acertos, o oposto Evandro foi um dos destaques da grande final. No Minas Davy foi o destaque, com 10 pontos, mesma pontuação do cruzeirense Taylor Sander.

A taça levantada pelo Sada Cruzeiro em Lages-SC representa o 33º título, nas 38 finais de um total de 43 campeonatos que o time disputou, desde 2010.

Com a palavra:

Marcelo Mendez, técnico do Sada Cruzeiro:    “Nós sabíamos que ia ser um jogo disputado, pelo que o Minas vinha fazendo nas últimas partidas, eliminando duas fortes equipes pra chegar na final. Mas todos do nosso time fizeram um bom trabalho, entraram muito concentrados, e vamos levar este importante troféu para casa. Estão todos de parabéns”, disse o técnico. 

Filipe, capitão do Sada Cruzeiro:    “Nosso time passou por grandes mudanças nesta temporada, mas a sede de vencer e a vontade de estar no primeiro lugar do pódio permanecem. Este título é resultado do trabalho do grupo, que se supera a cada dia. A equipe toda está de parabéns, muita gente duvidou do nosso time, por todas as mudanças que tivemos, mas mostramos que continuamos no topo. Pra mim é maravilhoso saber que essa equipe continua vencedora, batalhadora e cada um que passa por aqui sente um pouco dessa energia”, disse o capitão.

Nery Tambeiro, técnico do Fiat/Minas:    “Saímos de oitavo lugar na classificação inicial do torneio e chegamos, aqui, em segundo lugar. Hoje, fomos a segunda melhor equipe do país. É um balanço muito positivo de superação, mas sabemos que, ainda, temos um caminho longo para chegar no nível que queremos chegar. Mas, isso, é passo a passo e estamos no caminho. Na partida de hoje, particularmente, a equipe fez um bom jogo, mas cometeu alguns erros e pagamos o preço. Saímos de cabeça erguida e vamos com tudo para o segundo turno da Superliga, competição que a gente vem em uma boa crescente”, avaliou o treinador.

Equipes:

Sada Cruzeiro – Fernando Cachopa, Evandro, Rodriguinho, Sander, Le Roux, Isac e o líbero Serginho. Entraram Luan, Sandro, Filipe e Leozinho. Técnico – Marcelo Mendez.

Fiat Minas – Marlon, Felipe Roque, Bob, Honorato, Flávio, Pingo e o líbero Rogerinho. Entraram Davy, Maique, Piá e Winck. Técnico – Nery Tambeiro.

Leave a comment