Notícias

Em crise, Sesi-SP não renova contratos com atletas do vôlei masculino

por: Pedro - Redação

0
Sesi-SP campeão da Copa Libertadores 2020
Créditos: Amanda Demétrio/Assessoria Sesi-SP

Redação

Em meio a crise instalada por conta do Covid 19, o Sesi-SP informou aos seus jogadores que toda a equipe masculina será dispensada ao término dos seus contratos, no meio deste ano. Com isso, Murilo, William, Éder e Lucas Lóh não terão os seus vínculos renovados com a equipe paulista, que pretende iniciar a próxima temporada com um elenco formado por atletas da sua divisão de base. 

Diante de boatos surgidos nessa semana que a equipe da Vila Leopoldina fecharia as portas, o Jornal do Vôlei, entrou em contato com Assessoria de Imprensa do Sesi-SP, que desmentiu esses boatos e nos informou que “diante do cenário atual, o Sesi-SP apenas não renovou os contratos de trabalho e imagem. O clube “iniciará a nova temporada com sua equipe de base, e poderá ter reforços para a Superliga 2020/2021, que ainda não tem previsão de início”.

Jogadores cujas renovações estavam apalavradas também serão liberados. Esses são os casos dos centrais Éder e Barreto, além dos pontas Lucas Lóh e Birigui. O levantador Thiaguinho, que estava na França e havia acertado a sua ida para o Sesi-SP, também não será mais contratado.

Já o central Sidão pode nem retornar ao mercado caso opte por se aposentar até o meio deste ano. Sempre no topo das competições nacionais e estaduais, o Sesi-SP é o atual campeão da Libertadores, tendo levantado o troféu em fevereiro deste ano.

Leave a comment