Masculino

Fiat/Minas mantém favoritismo e larga na frente

por: Pedro - Redação

0
O ponteiro Honorato ficou com o Troféu VivaVôlei.
Créditos: William Lucas/Inovafoto/CBV

Redação

O Fiat/Minas deu o primeiro passo em busca da final da Superliga Banco do Brasil 2020/21 masculina de vôlei. Nesta quarta-feira (07), a equipe mineira levou a melhor no playoff semifinal melhor de três sobre o Vôlei Um Itapetininga, por 3 sets a 0, parciais de (25/21, 25/21 e 25/21), no Centro de Desenvolvimento de Voleibol, em Saquarema (RJ).

A equipe atuou bem em todos os fundamentos e foi consistente durante todo o jogo para sair de quadra com a vitória. Agora, as equipes voltam a se enfrentar no próximo sábado (10/04), às 19h, e, se vencer, o Fiat/Minas garante a vaga na briga pelo título da principal competição nacional. Os jogos da semifinal são realizados no Centro de Desenvolvimento do Voleibol (CDV), em Saquarema, com transmissão do Sportv 2.

O Fiat/Minas tenta voltar a uma final de Superliga. Com quatro títulos na competição, não chega à decisão desde a temporada 2008/2009. O Vôlei UM Itapetininga, por sua vez, busca uma classificação inédita em sua terceira edição na elite.

O oposto cubano Escobar, do Fiat/Minas, foi o maior pontuador da partida, com 18 pontos (02 de saques, 01 de bloqueio e 15 em ataques). Outro destaque, também do Fiat/Minas, foi o ponteiro Honorato que ficou com o Troféu VivaVôlei. Do outro lado, o jovem ponteiro Adriano fechou com apenas 10 pontos (todos em ataques).

Com a palavra:

Honorato, ponta do Fiat/Minas: “Sacar bem. Essa foi uma estratégia que o Nery conversou com a gente, falou que o fundamento em que a gente poderia se destacar e ganhar o jogo era no saque. Então, fizemos o dever de casa, o time todo sacou muito bem. E fomos bem não só no saque, mas também no contra-ataque, defendendo muitas bolas, e tudo isso ajudou para o resultado do jogo”, disse o ponteiro.

Guiga, ponta do Vôlei UM Itapetininga: “O time do Minas sacou muito bem e jogou com o passe sempre na mão. Nós conseguimos tocar em bastante bolas, mas não definimos os pontos no contra-ataque. Também não sacamos bem e agora vamos trabalhar para dificultar mais a vida do Minas no segundo jogo”, disse Guiga.

Fotos: William Lucas/Inovafoto/CBV