Superliga Feminina

Itambé/Minas consegue uma boa vitória em casa

por: Pedro - Redação

0
Líbero Léia foi o grande destaque da equipe mineira.
Créditos: Orlando Bento/MTC

Redação

Com bom ritmo de jogo e boa consistência no ataque, o Itambé/Minas levou a melhor sobre o Pinheiros, nesta sexta (13, por 3 sets a 1, com parciais de (25/20, 21/25, 25/18, 25/17), vencendo a segunda partida na Superliga Feminina 2020/2021, na Arena Minas, em Belo Horizonte (MG). 

A líbero Léia do Itambé/Minas levou o troféu VivaVôlei, eleita melhor em quadra. A americana Megan fez 17 pontos, (02 de bloqueios e 15 em ataques) e foi a maior pontuadora do jogo. Além dela, a central Thaísa, com 15, e Dani Cuttino, oposto, e Pri Daroit, ponteira, ambas com 13, também foram efetivas. Pelo Pinheiros, a ponteira Priscila Souza foi a maior pontuadora com 14 acertos, (todos em ataques).

Com duas vitórias em dois jogos, o Itambé/Minas chegou a 6 pontos e está na vice-liderança, atrás do Dentil/Praia Clube, que leve pequena vantagem nos critérios de desempate.

Com a palavra:

Léia, líbero do Itambé/Minas: “Foi um jogo de paciência. A gente sabe que o Pinheiros é um time que defende muito bem, passa certinho e a gente fica na ansiedade de por a bola no chão direto e, então, é ter paciência que uma hora o nosso jogo ia encaixar. Ainda bem que deu certo. Eu, como líbero, preciso subir bola o tempo todo. O Pinheiros é um time difícil de jogar e foi como eu falei com as meninas, a gente precisava ter paciência e sair da zona de conforto. Hoje, a gente saiu da zona de conforto e conseguimos fazer o nosso jogo. É isso, vamos ter adversários que estão marcando bem e a gente vai precisar sair da situação”, avaliou a líbero.

Leave a comment