Notícias

Liga das Nações feminina: No sufoco, Brasil vence China de virada

por: Pedro - Redação

0
Créditos: Divulgação FIVB

Redação

A seleção brasileira feminina de vôlei começou a quarta semana da Liga das Nações com vitória sobre a China, atual campeã olímpica. Diante de um ginásio lotado, o time do treinador José Roberto Guimarães venceu, nesta terça-feira (05/06), as chinesas em uma emocionante partida por 3 sets a 2 (19/25, 25/23, 27/25, 10/25 e 16/14), em Jiangmen, na China. Foi a nona vitória das brasileiras na competição.

O resultado manteve o Brasil em segundo lugar na classificação geral, com 26 pontos (nove vitórias e uma derrota). Os Estados Unidos estão na liderança, com 28 pontos e a mesma campanha das brasileiras, mas com uma derrota por 3 sets a 2.

O time brasileiro voltará à quadra às 5h (horário de Brasília) desta quarta-feira (06/06) contra os Estados Unidos. 

A oposta Tandara foi a maior pontuadora entre as brasileiras, com 19 pontos. Apesar da derrota, a China teve a maior pontuadora do confronto, a ponteira Ting Zhu, com 34 pontos.

Com a palavra:

Tandara, oposta do Brasil:   “Foi um jogo emocionante. Cada dia que passa nosso time está ganhando mais forma e a confiança uma na outra só aumenta. Estamos dando o máximo em todos os momentos. No quarto set erramos muito, mas conseguimos voltar para o jogo no quinto quando bloqueamos melhor. Essa é a quarta semana da competição e já temos que pensar no jogo de amanhã contra os Estados Unidos. Elas jogam mais rápido que a China e são boas tecnicamente. Temos que aproveitar mais essa oportunidade para crescermos como equipe”, analisou Tandara.

O JOGO

No primeiro set, a China saiu na frente, 2/0. Bem no saque, o Brasil empatou o set (6/6). Com muita dificuldade no passe, as brasileiras permitiram que as chinesas abrissem três pontos, 13/10. A partir daí a China foi administrando a vantagem até o final e venceu o primeiro set por 25/19.

O segundo set começou equilibrado. Com Ting Zhu bem na ponta, a China fez 5/3. As donas da casa foram para a primeira parada técnica com quatro pontos de vantagem, 8/4. Bem nos contra-ataques, o Brasil empatou a parcial (9/9). O set ficou disputado ponto a ponto. Com um ponto de Tandara, as brasileiras viraram o marcador, 13/12. A central Bia conseguiu uma boa sequência de saques e o bloqueio do Brasil voltou a ser eficiente. Depois de um erro da China, a equipe brasileira abriu três pontos, 19/16. O Brasil segurou uma reação da China e venceu o segundo set por 25/23 com um ponto de ataque da ponteira Amanda.

O Brasil começou bem no terceiro set e fez, 4/1. Mas a equipe chinesa não se abateu e encostou no marcador, 7/6. O set ficou disputado ponto a ponto. Bem no saque, a China empatou a parcial (13/13). O set seguiu equilibrado até, (20/20). O Brasil tirou uma desvantagem de 23/21 e empatou a parcial (23/23). As brasileiras levaram a melhor no final do set por 27/25.

 A China começou melhor o quarto set e fez 6/3. As chinesas foram para a primeira parada técnica com uma vantagem de cinco pontos, 8/3. Muito mais consistente no set e com o apagão da equipe brasileira, a China abriu oito pontos, 12/4. A equipe chinesa seguiu ditando o ritmo  e venceu com muita tranquilidade o set por 25/10.

O quinto set foi disputado ponto a ponto com as equipes se alternando na liderança do marcador. Com um ponto de bloqueio, o Brasil abriu dois pontos, 11/9. Depois de um longo rally, o Brasil segurou a liderança no marcador, 12/10. A China igualou o marcador no final, mas a equipe brasileira foi melhor nos momentos decisivos e venceu o set por 16/14, depois de um ataque da ponteira Drussyla (o treinador José Roberto Guimarães pediu o desafio para toque no bloqueio e teve sucesso) e o jogo por 3 sets a 2.

Leave a comment