Notícias

Liga das Nações masculina: Brasil oscila mais uma vez e sofre a terceira derrota seguida

por: Pedro - Redação

0
Créditos: Divulgação/FIVB

Redação

A seleção brasileira masculina de vôlei acabou superada pela Bulgária, que jogou em casa. Neste domingo, (17/06), diante da torcida adversária, que lotou o ginásio em Varna, a equipe brasileira até levou a partida para o tie break, mas perdeu por 3 sets a 2 (22/25, 25/19, 15/25, 25/18 e 12/15).

A seleção brasileira amargou sua quarta derrota no campeonato. A equipe brasileira ao longo da competição venceu a Sérvia, Alemanha, Coreia do Sul, Japão, Estados Unidos, Rússia, Irã e China. E foi superada pela Itália, Canadá, França e agora Bulgária.

Apesar do resultado negativo, o oposto Wallace saiu de quadra como maior pontuador da partida, com 22 acertos.

Com a palavra:

Mauricio Borges, ponta do Brasil:   “Não tivemos as atuações que gostaríamos e sabemos que é preciso melhorar para chegar ao nosso primeiro objetivo, que é conseguir a classificação. Essa semana não foi como esperávamos, mas temos que erguer a cabeça, trabalhar e seguir firme para os próximos jogos na Austrália. Juntos, vamos conseguir as vitórias nos próximos jogos”, concluiu o ponteiro. 

O JOGO

O jogo começou bem parelho. As duas seleções disputavam ponto a ponto. Os búlgaros mantiveram um ponto de vantagem no primeiro tempo técnico, 8/7. Embalada pela torcida, a seleção da casa marcou 17/13. Os búlgaros demonstravam um pouco mais de superioridade, preocupando Renan, mas os búlgaros mantiveram os quatro de diferença em 21/17. O Brasil até tentou reagir, mas no final, vitória da Bulgária por 25/22.

A Bulgária seguiu melhor e abriu uma diferença de três pontos no primeiro tempo técnico, 8/5. Com Wallace, o Brasil abriu dois de vantagem, 12/10. Lucão marcou 14/12. A Bulgária empatou em (14/14). A partir daí, a equipe brasileira começou sua reação.  A vantagem brasileira passou a ser de cinco pontos em 20/15. No bloqueio de Otávio, 23/17. E o Brasil fechou em 25/19.

Na terceira parcial, muitas falhas brasileiras ajudavam a Bulgária. A equipe búlgara tinha quatro de vantagem na primeira parada técnica, fazendo 8/4. Com a torcida incentivando o tempo inteiro, o time da casa chegou a 11/6. A vantagem da Bulgária esteve em oito pontos quando o placar apontou 19/11 e aumentou em 23/14. No final, vitória búlgara por 25/15.

O Brasil voltou muito melhor no quarto set. Jogadores como Lucão, que estavam apagados nas outras parciais, passaram a funcionar. A seleção brasileira abriu três pontos, 7/4. O adversário pediu tempo. Na volta, bloqueio de Lucão e 8/4. Com o jovem ponteiro Victor Birigui, o Brasil chegou a 12/6. Com maior volume, a seleção chegou à vitória no set por 25 a 18, levando para o tie-break.

Mais uma vez, jogo lá e cá, ponto a ponto disputado. Isac sobressaía pela seleção brasileira, mas os búlgaros eram levemente superiores. A Bulgária ainda chegou a 14/11 e fechou em 15/12.

Leave a comment