Notícias

Liga das Nações masculina: Zaytsev se destaca, e Itália supera o Brasil em jogo de cinco sets

por: Pedro - Redação

0
Créditos: Divulgação FIVB

Redação

No 66º encontro entre a Itália e o Brasil, foi o capitão da Azzurra que fez a diferença. Enquanto o levantador Simone Giannelli habilmente distribuía as bolas, na maioria das vezes, Ivan Zaytsev terminou fechando os pontos que resultaram em uma vitória importante por 3 sets a 2 para a Itália, parciais de (18/25, 25/19, 25/21, 24/26 e 15/8).

Depois de marcar 20 pontos contra a Alemanha, Zaytsev, marcou no jogo deste sábado, contra o Brasil, 32 pontos nos cinco sets. Juantorena, outro craque italiano, também foi bem: 17 pontos. Pelo Brasil, Maurício Borges, com 19, e Evandro, com 17, apesar de irregulares, foram os principais jogadores.

A Seleção brasileira foi à quadra com um time diferente da estreia. Murilo, Maurício Souza e Wallace deram seus lugares a Thales, Isac e Evandro. Todos começaram bem. Mas, como todo o time, sofreram com a instabilidade durante a partida.

A Seleção brasileira volta à quadra neste domingo, (27/05). Em busca de sua segunda vitória na Liga, os brasileiros encaram a Alemanha em Kraljevo. Os times se enfrentam às 11h da manhã. A Itália vai à quadra mais tarde, às 14h, contra a Sérvia.

Com a palavra:

Renan Dal Zotto, técnico do Brasil:   “A Itália fez uma partida brilhante. Nos poucos momentos em que conseguimos forçar o saque, eles souberam jogar com bolas altas. Agora vamos rever esse jogo para saber onde temos que melhorar. Um ponto é o sistema de bloqueio e defesa, que precisa evoluir. Sabíamos que eles não enfrentam o bloqueio, que entram explorando, e são coisas que temos que ajustar”, disse Renan.

O JOGO

No primeiro set, o Brasil liderou em ambos os tempos técnicos (8/5 e 16/14), em grande parte devido ao grande trabalho do central Isac. Mas a Itália também tinha suas armas. Com Zaytsev e Juantorena, os europeus logo chegaram ao empate, (12/12). Em sua primeira participação em uma competição de nível mundial, Léo, grande aposta de Renan Dal Zotto para a temporada, entrou para fechar a conta da parcial, 25/18. 

No segundo set, Ivan Zaytsev e a equipe italiana começaram de fato a reação. Àquela altura, sem conseguir parar o atacante italiano e sem pontuar, o bloqueio brasileiro não funcionava. A Itália, então, aproveitou para disparar. Abriu 7/3 e jogou a pressão para os rivais. mas a vantagem italiana só aumentou (13/6). Até o fim, o Brasil pouco ameaçou. Depois de uma pancada de Juantorena, o árbitro deu bola fora, mas a Itália pediu desafio. Com razão. No desvio na mão de Douglas Souza, vitória italiana por 25/19. Nesse set o central Isac conseguiu um saque monstruoso medido a 122,4 km/h.

O terceiro set, começou equilibrado e com uma rally favorável ao Brasil. Diante disso, a equipe brasileira conseguiu se impor na primeira parte do set. Mas a Itália acordou. O Brasil, então, se perdeu de vez. Em uma sequência espetacular, Nelli marcou em três aces e deixou a Itália muito perto da vitória no set. Com isso, coube ao capitão italiano, Zaytsev, fechar em 25/21.

No quarto set, em desvantagem, coube ao técnico brasileiro Renan, mudar a cara da equipe. O bloqueio brasileiro, enfim, pareceu engrenar. Foram dois seguidos, justamente sobre Zaytsev, que ainda não havia sido parado. A Itália não se assustou e continuou comandando as ações, mas os brasileiros seguiam o placar de perto. Em uma virada incrível, na reta final, a equipe brasileira ganhou força para o tie-break e fechou espetacularmente em, 26/24.

O quinto set foi tenso. No tie-break, Zaytsev voltou a brilhar, e com uma atuação impecável de Giannelli, com Juantorena vindo mais à frente, os italianos abriram cinco pontos na virada de quadra, 8/3. Os brasileiros lutavam, mas pouco conseguiam fazer e a virada ficou praticamente impossível. Giannelli fechou o set em, 15/8.

Leave a comment