Liga das Nações

No sufoco, Brasil acaba superando a Eslovênia no tie-break

por: Pedro - Redação

0

Redação

A seleção masculina do Brasil, sofreu demais nesta terça-feira (15) na Liga das Nações 2021. Na base da oscilação, o Brasil acabou na base do sufoco superando a Eslovênia, grande surpresa dessa Liga, por 3 sets a 2, parciais de (15-25, 25-22, 19-25, 25-13 e 15-12), em Rimini, na Itália.

Resumo dos pontos: Em ataques, o Brasil foi menos efetivo, marcou 56 pontos contra 58 da Eslovênia. Em bloqueios, tudo igual, foram 07 pontos para cada lado. Em saques, o Brasil marcou 07 pontos contra 05 da Eslovênia. Em erros, o Brasil cedeu 27 pontos contra 29 cedidos pela Eslovênia.

Os maiores pontuadores foram, o oposto Wallace do Brasil com 18 pontos (maior pontuador da partida) e na Eslovênia, o ponteiro Klemen Čebulj, com 16 pontos.

Com a palavra:

Jani Kovačič, líbero da Eslovênia: “Lutamos muito hoje, mas não foi o suficiente. No quinto set estávamos quase lá, jogamos ponto a ponto, mas no final Lucarelli entrou no saque e serviu três saques realmente bons e era o fim da partida. Poderíamos ter feito algumas coisas melhores, tivemos nossas chances, mas não aproveitamos. Parabéns ao Brasil, porque mereceu a vitória. Para mim pessoalmente meu 100º jogo hoje com o a Seleção me deixa muito orgulhoso de mim mesmo e da minha equipe. Estou feliz por ter tido a oportunidade de jogar e trabalhar com nossa equipe e treinadores e espero dobrar esse número”, disse o líbero.

Bruninho, levantador do Brasil: “Estamos muito felizes, porque sabíamos que a Eslovênia joga em um nível muito alto, então o jogo deles não foi nenhuma surpresa para nós. Acho que no primeiro e no terceiro set nosso sideout funcionou muito bem. Não fiz as escolhas certas, mas a nossa equipe também tem que jogar jogos difíceis, jogar mesmo estando atrás. Foi uma grande vitória, entender que nossa equipe tem que jogar muito e unida em quadra”, disse Bruninho.

Foto: Divulgação FIVB