Feminino

Osasco encerra fase de classificação com mais uma derrota

por: Pedro - Redação

0
A ponteira Priscila Souza levou o VivaVôlei.
Créditos: Ricardo Bufolin/ECP

Redação

O vice-líder, Osasco São Cristóvão caiu diante do Pinheiros, de virada, por 3 sets a 1, parciais de (19/25, 26/24, 25/23 e 25/18), na noite desta sexta-feira (05), no Ginásio Henrique Villaboin, em São Paulo (SP), na rodada de encerramento da fase classificatória da Superliga Banco do Brasil feminina de vôlei 2020/21.

A equipe de Osasco acabou sofrendo o segundo revés seguido na competição nacional antes do playoffs. E para atrapalhar os planos osasquenses, a equipe teve baixas, a líbero Camila Brait foi poupada em função de uma lesão no punho, sofrida contra o Sesi Vôlei Bauru, na última terça-feira (02). A ponteira Jaqueline saiu de quadra quando o placar estava em 12/12, no primeiro set, sentindo uma lesão na panturrilha. Ela passará por exames neste sábado (06) para saber gravidade na lesão muscular.  

Se a bruxa estava solta pelo lado de Osasco, ela também resolveu causar pelo lado da equipe do Pinheiros. Natália e Edinara se chocaram ao fazer uma defesa. A oposta machucou o rosto, na região abaixo dos olhos, e a ponteira perdeu um dentes da frente. O jogo ficou parado por mais de 10 minutos para as jogadoras receberem atendimento e elas não retornaram mais. No fim das contas, na hora da bola mesmo, o Pinheiros é que se deu bem e aproveitou dos erros de Osasco para vencer a partida.

Com a nova derrota, o Osasco termina a fase classificatória com 50 pontos, na vice-liderança da Superliga, atrás do líder Itambé Minas, que tem 63 pontos. O time vai encarar o Curitiba Vôlei nos playoffs das quartas de final. O Pinheiros encerrou sua participação na Superliga na nona colocação, com 23 pontos, a um ponto do Brasília Vôlei, primeiro time no G8.

A ponteira Priscila Souza ficou com o Troféu VivaVôlei. A central Bia, do Osasco São Cristóvão Saúde, foi a maior pontuadora da partida com 14 pontos (01 de saque, 05 de bloqueios e 08 em ataques). Pelo Pinheiros, a ponteira Priscila (01 de saque, 01 de bloqueio e 11 em ataques) e a oposta Edinara (02 de bloqueios e 11 em ataques) foram as maiores pontuadoras, ambas com 13 pontos.

Com a palavra:

Priscila Souza, ponta do Pinheiros: “Apesar de não termos nos classificado, terminamos a temporada com vitória. Encerro a temporada feliz pela entrega, pelo profissionalismo, mas triste porque a gente sabe que não são todas as jogadoras que permanecem no grupo”, disse a jogadora visivelmente emocionada.

Sonaly, ponta do Osasco São Cristóvão Saúde: “São duas atletas (Camila Brait e Jaque) que fazem falta, mas lutamos até o final e procuramos mostrar ao Luizomar a força do elenco, que tem sofrido com algumas contusões e também os efeitos do surto de Covid-19. Infelizmente não foi a nossa melhor apresentação, mas seguiremos fortes e unidas, agora 100% focadas no playoff”, disse Sonaly.

Fotos: Ricardo Bufolin/ECP