Superliga

Osasco vence clássico e segue invicto

por: Pedro - Redação

0
A ponteira Gabi Cândido ficou com o Troféu VivaVôlei.
Créditos: Divulgação Osasco

Redação

O Osasco São Cristóvão Saúde segue imbatível na Superliga Banco do Brasil 2020/21. Conquistou a sétima vitória consecutiva ao bater o Sesc Flamengo por 3 sets a 0, parciais de 25/16, 28/26 e 25/14, na noite desta terça-feira (1), no ginásio José Liberatti.

Na classificação geral, o Osasco São Cristóvão Saúde é o segundo colocado, com 21 pontos. O Dentil/Praia Clube lidera também, com 21 pontos, mas com um melhor saldo de sets. O Sesc RJ Flamengo está em quinto lugar, com nove pontos, mas com três jogos a menos.

A ponteira Gabi Cândido teve mais uma boa atuação, marcou 15 pontos, sendo (01 de saque, 01 de bloqueio e 13 em ataques), foi a mais votada e ficou com o Troféu VivaVôlei. A oposta Tandara também teve boa atuação e também chegou aos 15 pontos, sendo (01 de saque, 01 de bloqueio e 13 em ataques).

Na próxima rodada, na sexta-feira (04/12),  o Osasco São Cristóvão Saúde encara o Dentil Praia Clube, em confronto direto pela ponta da tabela. Pelo lado do Sesc RJ Flamengo, o técnico Bernardinho terá alguns dias a mais para tentar recuperar seu elenco, que conta com quatro jogadoras que acabaram de retornar do afastamento em virtude do COVID-19.

Fabíola, Roberta, Sabrina e Ana Cristina, que estiveram em quadra contra Osasco, voltaram apenas há dois dias aos treinos e poderão ir aumentando a carga de trabalho gradualmente, e com mais tranquilidade. Afinal, o próximo compromisso do Sesc RJ Flamengo na competição também foi adiado. O confronto com o Sesi Bauru, inicialmente agendado para sexta-feira (04/12), na Gávea, não poderá ser realizado devido a um surto de COVID-19 na equipe paulista. Ainda não há nova data para o jogo.

Com a palavra:

Gabi Cândido, ponta do Osasco São Cristóvão Saúde: “Estamos trabalhando bastante o saque e isso tem sido um diferencial. E a nossa relação bloqueio/defesa também tem funcionado muito bem. Estamos com confiança e muito unidas, dando o máximo a cada jogo e acredito que seguiremos evoluindo”, concluiu a ponteira.

Luizomar de Moura, técnico do Osasco São Cristóvão Saúde: “Foi uma boa partida do nosso time, que foi muito obediente taticamente. Por outro lado, quero me solidarizar com a equipe do Rio, que vive um momento complicado. Nosso clássico traz rivalidade, mas há um respeito muito grande de ambas as partes. Eles passaram por um momento delicado, estão retornando e desejo que volte ao seu melhor, principalmente em relação à saúde. Do nosso lado, é seguir nesse mesmo ritmo, nessa vontade, nessa eficiência técnica e tática, sempre com o pé no chão, trabalhando para construir a nossa equipe”, afirmou o treinador.

Fotos: Divulgação Osasco

Leave a comment