Notícias

Sérvia e China na busca do ouro no feminino

por: Pedro - Redação

0

Olympia_2016_-_Rio_(2)

Foto: FIVB
Foto: FIVB

Redação

A seleção dos Estados Unidos entrou no Maracanãzinho para enfrentar a Sérvia no início da tarde desta quinta-feira, (18/08),  acreditando que a tão sonhada medalha de ouro estava encaminhada, já que o favorito Brasil, algoz da decisão de Londres 2012, foi eliminado da competição após a derrota para a China nas quartas de final. Mas as americanas não imaginaram encontrar pela frente uma adversária disposta a se superar. Com o apoio da torcida brasileira, a equipe europeia surpreendeu e venceu a atual vice-campeã olímpica por 3 sets a 2 (parciais de 20/25, 25/17, 25/21, 16/25 e 15/13), avançando à final pela primeira vez.  

Brankica Mihajlovic foi a maior pontuadora, com 22, seguida pelas companheiras Tijana Boskovic e Milena Rasic, com 20 e 18 pontos, respectivamente. Rachael Adams foi a mais perigosa dos Estados Unidos, responsável por 14 pontos, enquanto Karsta Lowe e Jordan Larson-Burbach acrescentaram mais 13 e 12 no placar. 

A China sofreu, enfrentou uma Holanda que lutou até o fim de cada set, mas venceu por 3 sets a 1 (27-25, 23-25, 29-27, 25-23) e vai decidir a medalha de ouro, no sábado, contra a Sérvia – na primeira fase, as holandesas haviam vencido no tie break.

A China já decidiu o torneio olímpico de vôlei em três ocasiões. A última, em 2004, rendeu a medalha de ouro, assim como em 1984. Em 1996, as chinesas ficaram com a prata.

As holandesas devem se queixar bastante de boas vantagens desperdiçadas no primeiro e no terceiro set. Na parcial inicial do jogo, o time laranja abriu 12-5 e, no terceiro, depois de 8-2 no começo do set, ainda teve 22-19 na reta final. O quarto set foi o mais equilibrado, disputado ponto a ponto e decidido num ataque de Ruoqi Hui.

Pouco adiantou as europeias conquistarem mais pontos de ataque (69 a 65) e dominarem nos aces (8 a 2), já que cometeram 27 erros contra 17 das asiáticas. Além disso, no duelo das futuras companheiras do VakifBank, a ponteira Ting Zhu marcou 33 pontos contra 19 da oposta Lonneke Slöetjes.

China e Sérvia decidem o título feminino no Rio a partir das 22h15 do sábado. Às 13h, EUA e Holanda disputam a medalha de bronze.

Leave a comment