Feminino

Sesi Vôlei Bauru vence o Osasco e se garante no G4

por: Pedro - Redação

0
Polina Rahimova, faturou mais um VivaVôlei.
Créditos: Marcelo Ferrazoli/Sesi-SP

Redação

Em jogo válido pela quinta rodada do returno, o Sesi Vôlei Bauru levou a melhor no duelo paulista contra o Osasco São Cristóvão Saúde já em uma fase decisiva da Superliga Banco do Brasil feminina de vôlei 2020/21. Nesta terça-feira (02), a equipe comandada pelo técnico Rubinho venceu por 3 sets a 1, de virada, parciais de (23/25, 25/18, 25/22 e 25/15), no ginásio Panela de Pressão, em Bauru (SP).

O resultado deixou o Sesi Vôlei Bauru momentaneamente na terceira colocação da Superliga, com 46 pontos e um jogo a mais que o Dentil/Praia Clube. O Osasco São Cristóvão Saúde segue na vice-liderança, posição assegurada ao término da primeira fase.

A oposta do Sesi Vôlei Bauru, Polina Rahimova, que marcou 19 pontos (02 de saques, 05 de bloqueios e 12 em ataques), foi a maior pontuadora da partida e eleita pela galera, ganhou o Troféu VivaVôlei. Do lado de Osasco, a oposta Tandara foi a maior pontuadora com 13 (01 de bloqueio e 12 em ataques).

Com a palavra:

Polina Rahimova, oposta do Sesi Vôlei Bauru: “Fiquei feliz porque o time jogou bem, e é muito importante principalmente nesse momento, quando estamos perto do playoff. Hoje conseguimos mostrar uma força diante de uma forte equipe como Osasco”, disse Rahimova.

Tandara, oposta do Osasco São Cristóvão Saúde: “Até parece que não entramos em quadra hoje. Cometemos muito erros, perdemos a concentração e a paciência, coisas que não podem acontecer. Falo por mim, que, em muitos momentos me senti perdida, pois não dava certo o ataque, nem a largada. O importante é seguir com trabalho, cabeça no lugar e fazer tudo diferente na última rodada, pois será outro jogo difícil, desta vez contra o Pinheiros”, disse a oposta.

Fotos: Marcelo Ferrazoli/Sesi-SP