Créditos: Agência i7/Sada Cruzeiro

Redação

O Sada Cruzeiro venceu o Fiat/Minas por 3 sets a 1, parciais de (25/21, 25/17, 23/25 e 25/23), neste sábado, (17/10), e emplacou a maior sequência de títulos da história do Campeonato Mineiro. São 11 troféus levantados de forma consecutiva entre 2010 e 2020.

A marca cruzeirense supera o decacampeonato alcançado pelo rival Minas, entre 1998 e 2007. Em 2008 o adversário teve a hegemonia quebrada pelo próprio Sada Cruzeiro, que levantou sua primeira taça do Mineiro, em Betim. Na edição de 2009 o campeão foi o time de Montes Claros, na época comandado pelo próprio Marcelo Mendez. E depois disso o treinador argentino chegou à Raposa para estabelecer um domínio absoluto: todas as edições desde 2010 foram vencidas pelo Sada Cruzeiro, em decisões contra os minastenistas.

Com a palavra:

Marcelo Mendez, técnico do Sada Cruzeiro:  “O Sada Cruzeiro é um clube vitorioso, é o clube mais vencedor da última década no Brasil e um dos mais vitoriosos do mundo. Sinto muita felicidade em fazer parte deste time. E temos que agradecer aos jogadores, a comissão técnica, a diretoria pelo esforço de manter este projeto no topo”, disse Marcelo Mendez.

Nery Tambeiro, técnico do Fiat/Minas:   “O Sada Cruzeiro veio de uma maneira muito forte no saque, quebrando nossa estrutura de passe. Mas fizemos o melhor que podíamos dentro de quadra. Tivemos a estreia de dois jogadores que estavam se recuperando de lesões. Mas, independentemente disso, acho que temos um grupo forte, que vai lutar pelas primeiras posições. Mérito do Sada Cruzeiro, que jogou bem e não deixou a gente se impor na partida. Agora, vamos trabalhar, porque temos mais campeonatos pela frente”, concluiu o técnico Nery Tambeiro.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *