Feminino

Osasco leva susto, mas vence de virada o Fluminense

por: Pedro - Redação

0
Gabi Cândido, levou o Troféu VivaVôlei. Créditos: Mailson Santana/FFC

Redação

O Osasco São Cristóvão Saúde derrotou o Fluminense, de virada, por 3 sets a 1, parciais de (23/25, 25/14, 25/15 e 25/15), na noite desta terça-feira (12), no ginásio Hebraica, nas Laranjeiras (RJ).

A partida foi válida pela segunda rodada do returno da Superliga Banco do Brasil 2020/21 e, com o resultado, a equipe comandada pelo técnico Luizomar segue na vice-liderança do campeonato nacional e firme na briga pela ponta da tabela, empatada em número de pontos com o Itambé/Minas. Com o resultado, o time carioca segue em décimo lugar na tabela de classificação com seis pontos em 11 jogos.

E mais uma vez, a equipe de Osasco sofreu no primeiro set contra uma equipe inferior. Na última sexta, o tropeço no set inicial foi contra Curitiba Vôlei. Mas a vitória veio, com menos facilidade do que nesta terça, em quatro sets.

A ponteira Tainara foi a maior pontuadora do confronto, com 19 acertos (03 de bloqueios e 16 em ataques), e sua companheira de posição, Gabi Cândido, levou o Troféu VivaVôlei. Pelo Fluminense, a ponteira Dayse, foi a maior pontuadora com 12 pontos (01 de saque, 01 de bloqueio e 10 em ataques).

Com a palavra:

Gabi Cândido, ponta do Osasco São Cristóvão Saúde: “Deixamos a desejar na virada de bola no primeiro set, mas o importante foi a reação do time e a vitória. Estou muito feliz em Osasco e é um privilégio jogar nesse time, com grandes jogadoras e uma Comissão Técnica que confia em mim. Estou evoluindo muito nessa temporada”, disse Gabi.

Fotos: Mailson Santana/FFC

Leave a comment