Superliga Feminina

Sesi Vôlei Bauru teve que suar muito para vencer fora de casa

por: Pedro - Redação

0
Tifanny, do Sesi/Bauru, ganhou o Troféu VivaVôlei.
Reprodução Instagram Tifanny Abreu

Redação

O Sesi Vôlei Bauru precisou de cinco sets para superar o São Paulo/Barueri por 3 sets a 2, com parciais de (23/25, 25/20, 19/25, 25/20 e 15/11), no ginásio José Correa, em Barueri (SP). 

A equipe de José Roberto Guimarães deu muito trabalho a um dos favoritos da temporada, que já não tem mais a mesma pontuação dos líderes. Se não fosse a quantidade de erros do time de Barueri, o Sesi Vôlei Bauru poderia ter saído com um resultado adverso.

A ponteira Tifanny, do Sesi-Bauru, ganhou o Troféu Viva Vôlei. A maior pontuadora da partida foi a oposta Polina Rahimova, do Sesi com 21 pontos, sendo (01 de saque, 01 de bloqueio e 19 em ataques. Pelo lado do São Paulo/Barueri, a ponteira Karina teve a marca de 16 acertos, sendo (01 de bloqueio e 15 em ataques).

Com a palavra:

Rubinho, técnico do Sesi Vôlei Bauru: “Tivemos muitos altos e baixos e o Barueri teve um volume defensivo muito bom, incomodando nosso ataque, mas conseguimos equilibrar as ações, especialmente no quarto e quinto sets, e minimizar os erros que estavam muito altos”, concluiu o treinador.

Suelle, ponta do Sesi Vôlei Bauru: “Sabíamos que jogar contra Barueri seria um jogo muito difícil, principalmente pela velocidade que elas imprimem. É uma equipe muito jovem que vem fazendo ótimos jogos contra adversários difíceis. Começamos bem, mas deixamos cair o ritmo no segundo e terceiro sets. Mas mostramos que temos força para nos recuperarmos e aguentarmos bem até o quinto set e isso será muito importante para avaliarmos já pensando na próxima partida contra o Osasco”, ressaltou a atleta.

Foto Destacada: Flávio Costa

Leave a comment