Notícias

Superliga Cimed feminina 2018/2019: Vôlei Osasco-Audax recebe São Caetano na abertura do returno

por: Pedro - Redação

0
A oposta norte-americana Hooker
(João Pires / Fotojump)

Fonte: ZDL – Rafael De Marco

O Vôlei Osasco-Audax estreia no returno da Superliga 2018/18 nesta sexta-feira (18/01). O adversário é o São Cristóvão Saúde/São Caetano em partida que começa às 19h30, no ginásio José Liberatti. Será o reencontro da equipe comandada pelo técnico Luizomar com sua fanática torcida após duas rodadas fora de casa, quando somou duas vitórias por 3 sets a 0, diante de Curitiba Vôlei e BRB Brasília.

Com os dois resultados positivos obtidos em 2019, o Vôlei Osasco-Audax subiu para a sexta posição na classificação geral, com seis vitórias no primeiro turno. O adversário desta sexta-feira está na penúltima colocação na Superliga, com um retrospecto de dez derrotas e um resultado positivo na primeira metade da competição. “Independentemente do lugar na tabela, o time de São Caetano é um adversário duro e que deve ser respeitado sempre. Vamos entrar em quadra focados em apresentar nosso melhor vôlei e conquistar mais três pontos diante de nosso torcedor”, explica o técnico Luizomar.

Para a norte-americana Hooker, o Vôlei Osasco-Audax precisa aproveitar o bom momento e manter a confiança em alta. “Após a pausa para as festas de final de ano, voltamos mais fortes e estamos unidas no objetivo de jogar cada vez melhor. Se conseguirmos, as vitórias serão uma consequência natural de nossas boas apresentações em quadra”, avalia a oposta, que foi a maior pontuadora do time nas duas últimas rodadas.

A receita para triunfar diante de São Caetano está na ponta da língua das atletas, como demonstra a capitã Walewska. “Precisamos sacar bem para quebrar o passe delas e, ao mesmo tempo, fazer funcionar nossa relação bloqueio/defesa”, explica a central, que complementa. “Essa Superliga é uma das mais equilibradas de todos os tempos e, por isso, temos trabalhado intensamente para evoluir sempre para conquistar as vitórias diante de todos os adversários, independentemente do nível de dificuldade que cada um apresente.”

Leave a comment